A partir de agora, Viação Rocio deve higienizar os ônibus ao final de cada viagem, dentro do Terminal Urbano

por Luiza Rampelotti
30/08/2020 22:10 (Última atualização: 31/08/2020)

Até então, higienização dos ônibus era realizada somente uma vez por dia

Na semana passada, o JB Litoral trouxe a reportagem intitulada “Maioria dos ônibus do transporte coletivo de Paranaguá são limpos uma vez por dia durante a pandemia”. Nela, foram informadas as medidas de higienização impostas pela prefeitura à concessionária do transporte público coletivo, Viação Rocio. 

Obrigatoriedades, como a disponibilização de álcool em gel, permissão para circulação dos ônibus somente com as janelas abertas e com os passageiros sentados, oferecimento de um veículo reserva por linha, caso fosse necessário, entre outras, foram noticiadas.

No entanto, nenhuma determinação municipal informava, textualmente, sobre quais seriam, na prática, as medidas de higienização que deveriam ser adotadas pela Viação Rocio. À equipe de reportagem, o Executivo afirmou que uma das exigências diz respeito à realização da higienização, em cada veículo, com álcool em gel, antes de cada viagem, mas, em nenhum decreto constava essa informação.

A empresa que realiza o transporte coletivo também não esclareceu se executava esse tipo de limpeza, em todos os ônibus, antes de cada viagem. Somente afirmou que realizava a lavagem externa e interna dos ônibus uma vez por dia e, em alguns casos, até duas vezes.

Determinação foi feita após reportagem do JB Litoral

Após a publicação da reportagem, o prefeito Marcelo Roque (Podemos) editou o novo decreto nº 2.168, que passa a valer nesta segunda-feira (31), e acrescenta exigências ao artigo 38, do decreto nº 2.012, que fala, justamente, sobre as medidas de higienização que a concessionária deve adotar.

Desta forma, a Viação Rocio deverá, a partir de agora, “higienizar, ao final de cada viagem, volante, manoplas do câmbio e do freio de estacionamento e demais superfícies tocadas pelos operadores, no próprio Terminal Urbano de Passageiros; lavar os veículos, interna e externamente, a cada 24 horas, sendo que as superfícies que são tocadas com maior frequência pelos usuários, como corrimões, balaústres, pega-mãos, roleta e pontos de apoio, nos assentos, devem ser higienizadas com intervalos máximos de 180 minutos”; entre outros.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Notícias relacionadas

Retorno do atendimento ao público na prefeitura

Além disso, o novo decreto autoriza o retorno dos serviços, em horário normal, nos prédios administrativos do município, a partir de hoje (31). Sendo assim, o atendimento ao público fica permitido em horário integral, ou seja, das 08h às 11h, e das 13h às 18h, de segunda a sexta-feira, no Palácio São José e no Edifício Joaquim Teixeira Magalhães. 

A partir de agora, Viação Rocio deve higienizar os ônibus ao final de cada viagem, dentro do Terminal Urbano 2
A partir de hoje, prefeitura volta a atender ao público em horário normal. Foto/Rafael Pinheiro/JB Litoral

O documento possibilita, ainda, que os servidores municipais, que estavam afastados desde o início da pandemia do coronavírus, em março, por fazerem parte do grupo de risco da doença, voltem ao trabalho. Nesse grupo, se enquadram aqueles com doenças crônicas e os com mais de 59 anos, porém, é necessário apresentar declaração médica que permita o retorno.

Crianças e idosos estão liberados

A partir desta segunda-feira (31), está liberado, também, que as crianças até 12 anos e pessoas do grupo de risco do coronavírus, como idosos com idade igual ou superior a 60 anos, entrem nos estabelecimentos de gêneros alimentícios como, por exemplo, restaurantes e lanchonetes. A proibição de entrada estava acontecendo desde a publicação do decreto 2.012, em 28 de maio.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments