Antonina registra o maior número de casos de Covid-19 em 24 horas

por Cleverson Teixeira
22/08/2020 17:42 (Última atualização: 22/08/2020)

Cidade aparece com mais 37 casos da doença.

Em relação aos outros seis municípios do litoral do Paraná, Antonina registrou, neste sábado (22), o maior número de casos de Covid-19. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), a região contabilizou, nas últimas 24 horas, mais (37) confirmações.

Vale destacar que a cidade capelista foi a última a apresentar os primeiros casos da doença. Com esse acumulado, já são (275) o número de pessoas que tiveram contato com o vírus.

Hoje, segundo o Informe Estadual, são mais 87 infectados. Paranaguá aparece em segundo lugar, com (35) novos registros. Na sequência, Guaratuba, com outros (6); Morretes (6); Pontal do Paraná (2) e Guaraqueçaba (1). Apenas Matinhos não entrou para a lista de novas infecções virais.

Esses dados, somados ao índice de ontem da doença, mostram um total de (3.021) ocorrências do novo coronavírus em Paranaguá; (462) em Guaratuba; (356) em Pontal do Paraná; (330) em Morretes – boletim municipal (360) – (275) em Antonina; (272) em Matinhos e (32) em Guaraqueçaba. Com isso, sobe para 4.748 o número de casos de Covid-19 no litoral paranaense.

A localidade, conforme os Órgãos Municipais e Estadual de Saúde, totaliza 113 mortes. Dessas, (67) + (5) importadas são em Paranaguá; (10) em Pontal do Paraná; (10) em Matinhos; (8) em Guaratuba; (7) em Antonina; (3) em Morretes e (3) em Guaraqueçaba. Os recuperados, de acordo com o boletim, chega a 3.096, mas as Secretarias locais informam mais de 3.400.

Números em todo o Estado

Em todo o Paraná, as confirmações subiram para 115.584. Os óbitos chegam a 2.926. Somente hoje, segundo a Secretaria de Estado da Saúde, foram incluídos 2.249 diagnósticos de coronavírus e 32 mortes (22 homens e 10 mulheres). As vítimas tinham entre 37 e 90 anos.

As Unidades de Saúde do Estado computam 1.030 pacientes internados. Do total, 832 em leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) e 198 na rede médica particular.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments