Bairro da Costeira sofre com assaltos e invasões a residências, em Paranaguá

por Redação JB Litoral
08/11/2015 10:00 (Última atualização: 08/11/2015)

NULL

No último mês, assaltos e invasões a residências do bairro da Costeira, em Paranaguá, fizeram com que moradores entrassem em contato com o JB reclamando da constante insegurança no bairro, que possui tradição de ser pacato. Invasões em casas de moradores e assaltos próximos a um estabelecimento comercial, além de ocorrências em plena Avenida Coronel José Lobo acabaram com a paz dos moradores.[tabelas]

O cidadão Bruno Calado, estudante de Administração da Isulpar, publicou em seu Facebook que foi assaltado próximo ao Joanna’s Bar, em frente à faculdade, no dia 15 de outubro. Segundo ele, a abordagem foi feita por dois indivíduos, um com moletom laranja e outro com um boné da cor vinho. Na ocorrência, os assaltantes levaram um celular Moto G2 Preto, uma carteira com documentos, um relógio Nixon Preto e um boné preto. A vítima pediu para que, em caso de qualquer informação dos produtos roubados, entrem em contato pelo telefone (41) 8499-2133.

Também em outubro, por duas vezes, foi invadida, em plena luz do dia, a residência de uma moradora da Costeira, a professora Maristela Quintana Bernardi. Segundo ela, em um dos casos, o portão estava aberto devido à retirada de telhas antigas feitas por um trabalhador na residência, fazendo com que um indivíduo invadisse a casa e foi pego com a mão no trinco pelo funcionário, que o assustou e fez com que ele fugisse. Em outro caso, mesmo com o portão fechado, outro invasor adentrou na residência e foi espantado pelos cachorros. A situação da Costeira está problemática, não estamos acostumados com essa insegurança, só não aconteceu o pior por sorte”, ressalta.

Além disso, nem mesmo a Avenida Coronel José Lobo, principal via do bairro que é também usada para a atividade esportiva de corrida e ciclismo, está a salvo da criminalidade. No dia 14 de setembro, a agente educacional Denise Butori publicou em suas redes sociais que foi assaltada junto à filha em plena avenida, no início da noite, quando praticavam sua corrida diária, mesmo com o tráfego alto de veículos e pessoas. “Eu e minha filha fomos assaltadas e ameaçadas na avenida, levaram celular e MP3. Cuidado pessoal, é rápida a ação destes bandidos, não reajam nunca, eles não estão nem aí pra tua vida”, lamentou.

Academia assaltada

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

A Academia Reação, localizada também na Avenida Coronel José Lobo, em setembro, foi vítima de um assalto durante a madrugada. O proprietário Rubem Gutierrez ressalta que só descobriu posteriormente, pela manhã, que os bandidos tinham atravessado uma parte do muro sem o fio elétrico, forçando a porta da frente de vidro e causando grande estrago, levando o dinheiro que se encontrava no caixa do estabelecimento. Após o assalto, a academia teve sua segurança amplamente reforçada, devido à insegurança generalizada vivida diariamente na Costeira.

 

 

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments