Comunicadores participam de campanha para doação de medula

por Redação JB Litoral
12/01/2021 17:30 (Última atualização: 12/01/2021)

Foto: divulgação/facebook

A doação de medula óssea pode salvar inúmeras vidas. É um dos órgãos que podem ser doados em vida e não compromete, de nenhuma forma, a qualidade de vida do doador.

Com o objetivo de mobilizar a sociedade e chamar a atenção para a importância da doação de medula, a Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) da Prefeitura de Paranaguá está encabeçando a campanha “Amigos” com a participação de jornalistas da cidade.

A união da categoria se deve ao fato do jornalista Osvaldo Capetta ter sido diagnosticado com leucemia, um tipo de câncer que ocorre na formação das células sanguíneas, dificultando a capacidade do organismo de combater infecções. Osvaldo trabalha a cerca de 14 anos na Secom e é tido como exemplo para os comunicadores da cidade por sua competência e dedicação ao longo da carreira.

Após receber a notícia, ele deu entrada como paciente no Hospital Universitário Evangélico Mackenzie. “Estou assustado, mas inicio a batalha para vencê-la”, escreveu o jornalista que constantemente vem pedindo a doação dos amigos. “Vamos em frente e não esqueça, doe sangue e medula óssea. Salve vidas”, relatou em suas redes sociais.

De acordo com a Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO), entre janeiro e junho de 2020, o número de transplantes caiu 19,67% se comparado ao mesmo período de 2019.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

“O Osvaldo sempre contribuiu com a gente e agora é a nossa vez de mostrar que ele não está sozinho. Vamos mobilizar os amigos comunicadores para embarcar conosco nesta iniciativa”, explicou a jornalista Suzane Cicarello.

A página da campanha no facebook já está disponível: https://www.facebook.com/amigosparanagua

Para doar ou mais informações, procure o Hemepar, situado na Avenida Gabriel de Lara, 657, João Gualberto. Telefone: (41) 3420 – 6663.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments