Cidades

Concilia Paraná e E-Social prestam mais de 800 atendimentos; Defensoria Pública voltará a ter posto em Paranaguá

Mutirões aconteceram na antiga Estação Ferroviária e realizou de divórcios a agendamento de castrações de animais
Por Flávia Barros
31/07/2022 15:26 |
Atualizado em 2 semanas atrás

A 24ª edição do “Concilia Paraná”, mutirão de conciliação promovido pela Defensoria Pública do Estado do Paraná (DPE-PR), em parceria com a Prefeitura de Paranaguá, realizou, na última quinta-feira (28), 180 atendimentos na Estação Ferroviária. A população parnanguara, e de toda a região, teve a oportunidade de resolver, de forma amigável, assuntos como divórcio, guarda de filhos, pensão alimentícia e partilha de bens. Durante o evento, o Defensor Público-Geral do Estado,André Giamberardino, falou ao JB Litoral. De acordo com ele,apartir de setembro, Paranaguá contará com um Posto de Atendimento Avançado, nos mesmos moldes do serviço que a DPE-PR disponibiliza na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP).

A Defensoria atuou na região há quase dez anos, logo no seu início e depois se retirou. Esse evento marca o nosso planejamento de retorno ao litoral. Já começaremos o atendimento em setembro, no Posto Avançado e, no ano que vem, a nossa expectativa é ter defensores públicos permanentemente aqui para poder levar acesso à justiça à população. O sucesso desse mutirão comprova a necessidade da atuação da Defensoria Pública aqui na região”, explicou André Giamberardino.  Atualmente, a única cidade da região que conta com um Posto de Atendimento da DPE-PR é Guaratuba.

RANKING E NOVA DATA


Segundo a entidade, dos 180 atendimentos realizados na ação, a maior demanda foi o divórcio. Mas quem quer “descasar” e não conseguiu desta vez, a data para o próximo mutirão já está definida, será em 30 de setembro. “A partir desta segunda-feira (1º), teremos dois assessores jurídicos trabalhando exclusivamente em Paranaguá, e eles entrarão em contato com as pessoas oferecendo a elas duas opções: elas podem fazer a conciliação com horário e dia marcado, ou voltar no dia 30 de setembro. Ficará a critério delas escolher o dia em que desejam ser atendidas“, disse o coordenador da Assessoria de Projetos Especiais da DPE-PR, o defensor público Matheus Munhoz. No Concilia Paraná da semana passada, 88 pessoas fizeram o cadastro e aguardam agendamento para serem atendidas por defensores públicos. 

E-SOCIAL


Mas quem passou pela Estação Ferroviária na quinta-feira não contou apenas com a possibilidade de se divorciar e resolver pendências como pensões, guarda de filhos e partilha de bens. No mesmo espaço, vários serviços foram oferecidos na quinta edição da “E-Social”, da prefeitura. 

Na oportunidade, foram feitos 152 credenciamentos para castração de animais;  186 inscrições para o Senai; 36 atendimentos pela Paranaguá Saneamento, como emissão de fatura de água, parcelamento e tarifa social; 90 conciliações e 280 atendimentos gerais em serviços como  divulgação de vagas de emprego; orientação sobre cadastro de matrículas infantil/jovens e adultos; informações e exposição da secretaria de Cultura e Turismo; consultoria jurídica; serviços de assistência social e de protocolo; consultoria do Detran; feira de saúde da Global Saúde; censo municipal da pessoa com deficiência, transtornos, síndromes e doenças raras.

Essa ação chamamos de E Social, onde ofertamos todos os serviços oferecidos nos CRAS, junto com outras secretarias parceiras. No total, foram 662 atendimentos, entre cadastros, recadastros e atendimento socioassistencial. A próxima edição será na última sexta do mês que vem. Ainda não temos o local definido”, disse ao JB Litoral a secretária de assistência social, Ana Paula Falanga.


CASAMENTO COLETIVO


A secretária também falou que já está tudo organizado para o casamento coletivo, a ser realizado neste sábado (6).

Será agora, no dia 6 de agosto, na Arena Albertina Salmon, uma parceria da Prefeitura, através do Gabinete Institucional, com a primeira-dama Amanda Roque, junto com o SESC e o Tribunal de Justiça do Paraná. São 169 casais que estarão nesse momento bonito e poderão celebrar a união”, disse.

Os casais que poderão oficializar a união fizeram as inscrições em unidades do CRAS, que se encerraram em 6 de julho.