Correios funcionam com 50% da capacidade no Litoral

por Redação JB Litoral
19/08/2020 13:27 (Última atualização: 19/08/2020)

No Litoral do Paraná, as agências amanheceram abertas com funcionamento parcial. Por ser um serviço essencial, a federação garante 30% nacional do efetivo continuará atuando.

No segundo dia de greve nacional dos Correios, terça-feira (19), o Paraná contou com cerca de 70% de adesão dos 5.500 mil funcionários no estado, segundo dados do Sindicato dos Trabalhadores nos Correios do Paraná (Sintcom-PR). Em entrevista ao JB Litoral, o diretor do Sintcom-PR, Ney Betim, disse que o motivo principal da paralisação é com relação à falta de insumos para a proteção durante a pandemia. “Desde que iniciou a pandemia no Brasil, fomos considerados serviços essenciais e não paramos de trabalhar um único dia. Porém, não tivemos as mínimas condições básicas de higiene e segurança para evitar a propagação como sabão líquido, álcool em gel e água corrente”, declarou.

O diretor alega que desde o início da pandemia no Brasil, 40 trabalhadores dos Correios foram a óbitos. Contudo, esse número nunca foi divulgado pela estatal. “Temos levantamentos de que apenas no Paraná são mais 300 funcionários infectados pela Covid-19. A empresa não divulga esses números e nem ao menos realiza exames nas unidades em que há a suspeita de casos”, contou.  

Outra reivindicação da categoria é com relação a revogação do atual acordo coletivo, desde o dia 1º deste mês, cuja vigência vai até 2021. Com isso, os trabalhadores da ECT perdem 70 das 77 cláusulas trabalhistas como 30% do adicional de risco, vale-alimentação, licença-maternidade de 180 dias, auxílio-creche, indenização por morte e auxílio para filhos com necessidades especiais, além de pagamentos como adicional noturno e horas extras. “Até que a questão do deicídio coletivo seja resolvida, não temos a intenção de voltar as atividades com 100% dos trabalhadores em seus postos. Não importa quanto tempo dure”, informou Ney Betim.

SERVIÇOS NO LITORAL

A reportagem procurou a gerência dos Correios em Paranaguá, mas não quis dar nenhuma declaração sobre o assunto.

No Litoral do Paraná, as agências amanheceram abertas com funcionamento parcial. Por ser um serviço essencial, a federação garante 30% nacional do efetivo continuará atuando. Segundo o diretor do Sintcom-PR, o serviço de entrega de encomendas está restrito a uma capacidade de apenas 50%.

Com a pandemia, o trabalho dos Correios em relação as entregas à domicílio aumentou cerca de 30% em todo o país. A partir de agora, quem precisar usar este tipo de serviço, vai precisar ter paciência e esperar.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments