Despachantes Aduaneiros participam de palestra voltada à atualização de conhecimentos do setor

por Luiza Rampelotti
14/02/2020 16:11 (Última atualização: 29/02/2020)

Presidente Isabel Cristina com Valter Resende e Edmilton Ribeiro

Na sexta-feira (14), a sede do Sindicato dos Despachantes Aduaneiros dos Estados do Paraná e Santa Catarina (SDA), em Paranaguá, foi palco do “Fórum Paranaguá 2020”, um seminário voltado a despachantes aduaneiros de todo o Brasil, estudantes de Comércio Exterior, Administração e outros cursos correlatos e ao público em geral.

O objetivo do evento, realizado em parceria com a Associação dos Despachantes Aduaneiros do Brasil (ADAB), foi debater, por meio de quatro palestras, assuntos voltados à área, bem como mostrar aos profissionais a necessidade de aperfeiçoamento e atualização dos conhecimentos e qualificação.

A presidente do SDA, Isabel Cristina Ramos Martins do Carmo, explica que a profissão deve ser debatida, especialmente os assuntos atuais, que criam problemas no dia a dia e acabam gerando preocupações aos despachantes. “A informatização está roubando qualquer área, se o profissional não se requalificar e reinventar, ele vai sair do mercado. Por isso, são importantes todas essas palestras, e que o profissional se mostre qualificado perante o importador e exportador para atendê-lo da melhor forma possível”, afirma.

Temas abordados

Um dos palestrantes, o administrador de empresas e especialista em comércio exterior, Edilson Sossa, de São Paulo, falou sobre seguro de responsabilidade civil. “O Fórum é muito importante para a região de Paranaguá, pois temos aqui vários profissionais de comércio exterior, entre outros, sem contar que o Porto de Paranaguá tem uma responsabilidade muito grande na exportação de grãos no país, então esse evento é fundamental. O comércio exterior não pode parar, e nessa área não dá para ter amadores”, diz.

Despachantes Aduaneiros participam de palestra voltada à atualização de conhecimentos do setor 2
Edilson Sossa falou sobre seguro de responsabilidade civil

Outro assunto debatido foi sobre a responsabilidade civil e criminal dos despachantes no exercício da representação de sua atividade, pelo mestre em Direito Internacional e professor de Comércio Exterior, Eduardo Ribeiro, de São Paulo. “A importância decorre naturalmente de que toda essa responsabilidade, seja ela civil ou no âmbito criminal, vai impactar justamente no patrimônio do despachante aduaneiro, além de cercear, eventualmente, sua liberdade. Hoje vamos contribuir para que eles tenham maior atenção em determinadas operações de comércio exterior que estão afetas à sua responsabilidade pessoal”, esclarece.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Além disto, o Consultor Internacional Edmilton Ribeiro Filho palestrou sobre Marketing Digital e o delegado da ADAB, Laércio Donizeti, falou sobre assuntos atuais que são de interesse da classe, com a palestra Despachante 2020.

“Despachante tem que se reinventar”

De acordo com o presidente da Associação dos Despachantes Aduaneiros do Brasil, Valter Resende de Oliveira, o sindicato do Paraná foi o primeiro a entender a necessidade que o despachante tem de formatar o seu aprendizado e se reinventar. “O despachante que conferia cargas, aquele que chamamos de final da ponta, não existe mais. Então, hoje, por meio desse movimento de sucesso que saiu de Campinas, foi para Itajaí, Joinville e chegou a Paranaguá, os palestrantes estão tendo a oportunidade de mostrar aos despachantes daqui que eles têm poder de veto, de procurar, junto não só ao sindicato, mas com a associação, reivindicar os seus direitos com equidade, tratamento por igual”, explica.

Ele informa, ainda, que a ADAB tem um Projeto de Lei sendo tramitado em Brasília para a formação de um conselho que regularize a categoria. “O despachante sempre foi pintado como patinho feio e isso não é verdade. Ele é um elo muito importante da cadeia de logística do comércio exterior”, conclui.

Profissionais de diversas cidades do país participaram do Fórum. Fábio Paes veio de Santos (SP) para adquirir mais conhecimento e melhorar seu desempenho na função. Já Celiomar Gomes da Silva veio de ainda mais longe, de Manaus (AM). “Vim para verificar as mudanças que estão acontecendo na área e fortalecer a nossa classe, levando mais conhecimento para a minha região”, diz.

Despachantes Aduaneiros participam de palestra voltada à atualização de conhecimentos do setor 3
Eduardo Ribeiro, Edilson Sossa e Laercio Donizetti na mesa de trabalho