Cidades

Escola do Teatro Bolshoi fará pré-seleção de novos alunos em Paranaguá; processo seletivo é patrocinado pela Cattalini

Por Luiza Rampelotti
24/07/2022 12:14 |
Atualizado em 2 semanas atrás

Para comemorar o aniversário de 374 anos de Paranaguá, no dia 29 de julho, a Cattalini Terminais Marítimos realizará diversos eventos culturais, ambientais e esportivos na cidade. Um deles é a apresentação do Espetáculo de Gala da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil.

Pela primeira vez em Paranaguá, o Balé Bolshoi fará duas apresentações gratuitas, no dia 29 de julho, às 16h30 e 18h, no Teatro Municipal Rachel Costa. O espetáculo trará trechos de balés renomados como Dom Quixote, O Quebra-Nozes e As Chamas de Paris.

Foram disponibilizados mil ingressos, sendo 300 para o público em geral; 200 para as escolas públicas da cidade; 300 para os funcionários da Cattalini; e 200 para instituições locais, como o Asilo São Vicente de Paulo, Lar dos Idosos Perseverança e associações de bairros. Todas as entradas já estão esgotadas.

De acordo com o controller da empresa, Fábio Martins Jorge, a Cattalini não esperava que os ingressos fossem esgotar tão rápido. “Nós trouxemos o Balé Bolshoi para, inicialmente, apenas uma apresentação, mas como o Teatro Rachel Costa só comporta 500 pessoas, conseguimos mais uma e, mesmo assim, os ingressos esgotaram”, comenta.

Ele explica que a parceria com a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil se deu por meio do Programa de Sustentabilidade da empresa, que está patrocinando as inscrições de estudantes da rede pública de Paranaguá no processo seletivo para ingresso de novos alunos na instituição para 2023, que está aberto de 13 de julho a 23 de setembro. A audição acontecerá no Teatro Rachel Costa, em 26 de setembro, em três horários: 11h, 14h30 e 15h30.

No entanto, só podem se inscrever meninos nascidos de 2011 a 2013 e meninas nascidas de 2012 a 2013. Para os alunos da rede pública, a inscrição será gratuita, já para crianças da rede particular e de outras cidades próximas que quiserem participar da seleção, o valor é R$ 25.

Iremos trazer o Balé Bolshoi para cá no aniversário da cidade e para as crianças das escolas locais conhecerem a instituição e, assim, criarem o desejo de participar do processo seletivo. Não achamos que teria tanta procura do público em geral, ficamos muito surpresos. Mas a ideia é trabalharmos para trazermos novas apresentações”, explica Fábio.

Escola do Teatro Bolshoi fará pré-seleção de novos alunos em Paranaguá; processo seletivo é patrocinado pela Cattalini, JB Litoral - Notícias de Paranaguá, Guaratuba, Morretes, Guaraqueçaba e litoral do Paraná
Fábio Martins e Ângela Bahry, da Cattalini, apresentaram o Teatro Municipal Rachel Costa para Letícia Vitti, da Escola do Teatro Bolshoi. Foto: JB Litoral


Processo Seletivo do Bolshoi em Paranaguá


A Escola do Teatro Bolshoi no Brasil funciona desde 15 de março de 2000, na cidade catarinense de Joinville. É a única filial do famoso Teatro Bolshoi da Rússia e proporciona a formação de artistas da dança, ensinando a técnica de balé segundo a metodologia Vaganova, dança contemporânea e disciplinas complementares.

O edital para inscrições está disponível no site da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil (www.escolabolshoi.com.br/audicoes), na área reservada, e a primeira fase da seleção será realizada dia 26 de setembro, no Teatro Rachel Costa.

O processo seletivo está nos dando uma expectativa muito boa, porque queremos crianças de Paranaguá podendo participar do projeto em Joinville. A seleção é aberta para meninos e meninas sem experiência em dança, não precisa ter nenhum conhecimento”, comenta Letícia Vitti, responsável pelas relações institucionais do Teatro Bolshoi.

Esperamos que haja um grande número de crianças participando do processo, que todos entendam que não é impossível entrar no Bolshoi, apesar de ser bastante concorrido. Basta ter o talento nato e paixão pela dança. O processo seletivo não irá avaliar questões técnicas, por isso, não exigimos experiência, apenas o desejo de querer participar de um processo social de transformação de vidas por meio da arte e educação”, diz.

Oito anos de formação em Joinville


Letícia explica que todos os alunos que estudam no Bolshoi são 100% bolsistas e que a bolsa integral inclui alimentação, transporte, material didático, figurinos, uniforme, atendimento médico emergencial e odontológico. No entanto, para participar da Escola, é necessário que a criança se mude para Joinville, pois o processo de formação dura oito anos.

A criança entra no projeto entre 9 e 11 anos e, durante os 8 anos, tem que estar residindo na cidade. Algumas crianças se mudam com a família, mas temos um percentual de 25% de nossos alunos que moram sozinhos, em casas sociais, que são de mães de ex-alunos que já se formaram e resolveram ficar na cidade para acolher outras crianças para que elas possam ter essa oportunidade”, esclarece.

De acordo com ela, a pré-seleção em Paranaguá só será possível devido à parceria com a Cattalini. “Ficamos muito felizes com a confiança da Cattalini no projeto Bolshoi, que só existe por conta das empresas que acreditam e permitem que ele possa transformar a vida dessas crianças. A maioria delas são dos extratos menos favorecidos da sociedade, que, sem o projeto, não teriam condições de terem todas essas oportunidades que a gente proporciona”, conclui Letícia.