Governador Ratinho Junior realiza balanço sobre o fim da temporada de verão

por Redação JB Litoral
09/03/2020 15:52 (Última atualização: 09/03/2020)

Na virada de ano, o litoral recebeu mais de 2,5 milhões de pessoas (Foto: AEN)

A temporada de verão 2019/2020 se encerrou, oficialmente, no domingo (01). Após 72 dias de duração, o Governo do Estado realizou um balanço sobre a operação Verão Maior nas praias do litoral, que foi marcada por reforço policial, nos serviços de saúde, saneamento, cultura, esporte e lazer, energia, além de proteção ambiental, limpeza das praias e monitoramento da qualidade das águas.

De acordo com o governo, houve redução de 33% nos homicídios ocorridos no litoral, com relação à temporada anterior, diminuição das ocorrências de perturbação de tranquilidade e números recordes de atendimentos sociais e esportivos. Houve, também, queda nos furtos, nos roubos e o aumento de apreensões de drogas. “O desempenho fez da temporada uma das melhores do país”, avalia o governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD).

O secretário de Segurança Pública e coordenador do Verão Maior, coronel Rômulo Marinho Soares, atribui os resultados alcançados ao planejamento da operação. “Nos reunimos com antecedência e identificamos as áreas passíveis de melhorias. As ações positivas são conquistas desse trabalho. Os índices animam a segurança pública”, afirma. Segundo ele, o bom tempo também auxiliou no sucesso da temporada.

Ratinho Junior destaca, ainda, que o planejamento do Verão Maior 2020-2021 já começou, e que se somará aos projetos planejados para o litoral já neste ano, como os novos trapiches nas ilhas da região, a engorda da orla de Matinhos, programas de macro e micro drenagem e reforço nas ligações rodoviárias. “A ideia é reerguer o litoral, proporcionar qualidade de vida para quem vive e visita à região”, afirma.

Segurança reduzida

Segundo o coronel Péricles de Matos, comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, foram sete homicídios a menos na região em comparação com o mesmo período da temporada anterior (2018-2019).

Governador Ratinho Junior realiza balanço sobre o fim da temporada de verão 2
Polícia Militar auxiliou na diminuição do número de casos de crianças desaparecidas (Foto: AEN)

Para ele, o maior desafio foi o de garantir cidadania para moradores e turistas. “A redução de homicídios salta aos olhos. Significa que aqueles que buscavam lazer, voltaram para as suas casas protegidos. Não somos uma ilha de tranquilidade, mas estamos no caminho certo pela união dos esforços e planejamento bem executado”, comenta.

O número de furtos reduziu em todas as regiões do Paraná, com média de 1,4 ocorrências a menos por dia. As ações da PMPR contribuíram, também, para conter o número de roubos. Os dados oficiais apontam 14 roubos de veículos a menos e redução de 8,5% no número de furtos de veículos. Além disso, foram 66 ocorrências a menos (- 30,5%) de perturbação de tranquilidade.

Durante a temporada, a polícia apreendeu 44% mais cocaína e 415% mais crack, além de 4.762 comprimidos de ecstasy, número muito superior a 2018-2019 (309 retirados de circulação). Já com relação à maconha, 1,4 toneladas foram extraídas das ruas no Verão Maior.

A diminuição nas estatísticas foi fruto do policiamento preventivo. O trabalho resultou na abordagem de 101,4 mil pessoas e 55,3 mil veículos. Foram 239 veículos recuperados, 169 armas de fogo apreendidas e 1.888 encaminhamentos.

O litoral registrou diminuição dos acidentes de trânsito, segundo o Batalhão de Polícia Rodoviária. Foram 57 acidentes a menos (redução de 42%), três mortes (queda de 57%) e redução de 24% no número de feridos (de 85 para 64).

Salvamentos com aeronave

Nessa temporada, foram 142 missões feitas pelo Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA), o que resultou no salvamento de 91 vítimas de acidentes ou em qualquer situação de emergência. De forma inédita, uma aeronave fez voos noturnos durante o Carnaval para auxiliar na fiscalização e acompanhamento das grandes aglomerações.

Governador Ratinho Junior realiza balanço sobre o fim da temporada de verão 3
O trabalho dos guarda-vidas resultou na diminuição de mais de 50% das mortes por afogamento (Foto: AEN)

O trabalho preventivo dos guarda-vidas, somado à maior conscientização dos banhistas, resultou na redução de 53,3% nos óbitos por afogamento em comparação com o verão anterior (de 15, caiu para 7 casos). Durante o Verão Maior, o Corpo de Bombeiros fez 174 salvamentos gerais e atendeu 636 afogamentos no litoral.

Durante o trabalho, os bombeiros realizaram 74.082 orientações e 33.719 advertências. Os resgates em meio líquido (afogamentos) tiveram redução de 11,2% (de 892 caiu para 792). “Isso significa que as pessoas estavam mais conscientes e precisaram menos de intervenções dos guarda-vidas”, disse o coronel Péricles.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Na areia, os profissionais fizeram salvamentos, resgates e atendimentos diversos aos veranistas. Os incidentes com águas-vivas e caravelas, por exemplo, aumentaram. Foram 4.527 atendimentos, um acréscimo de 3.058 casos em comparação com o mesmo período da temporada passada, quando ocorreram 1.469 assistências.

Os bombeiros militares também protegeram as crianças e distribuíram pulseirinhas de identificação nos Postos de Guarda-Vidas. Nessa temporada, foram entregues 15.692 pulseirinhas nos três municípios com praia (Matinhos, Guaratuba e Pontal do Paraná). Os casos de crianças perdidas teve uma redução de 18,7% entre esse verão e o do ano passado, ou seja, de 785 ocorrências caiu para 638.

Esporte, lazer e saúde
Governador Ratinho Junior realiza balanço sobre o fim da temporada de verão 4
Temporada foi marcada por shows nacionais gratuitos no litoral. (Foto: Gilson Abreu/AEN)

O superintendente de Esporte do Paraná, Hélio Wirbiski, comenta que as ações esportivas durante a temporada impactaram 257 mil veranistas. Foram mais de 40 eventos somente nesta área. Entre os dias 11 de janeiro e 16 de fevereiro, as atividades envolveram escalada, tirolesa, voo cativo de balão, vôlei de praia, dança, beach tennis, surf, futebol e crossgame. Foram 29 atividades esportivas e 40 eventos gratuitos.

Com R$ 2,6 milhões de investimentos, a Superintendência do Esporte ofereceu seis postos fixos de atividades distribuídos pelos balneários de Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná, além de duas equipes itinerantes que percorreram as outras cidades do Litoral.

As atividades tiveram como intuito promover qualidade de vida, incentivar a prática de exercícios físicos e tornar a temporada mais quente do ano um pouco mais calorosa.

Governador Ratinho Junior realiza balanço sobre o fim da temporada de verão 5
Atividades esportivas tiveram destaque durante o verão (Foto: AEN)

Na área da saúde, a Secretaria Estadual do setor (SESA) investiu R$ 6,5 milhões em serviços e atendimentos durante o Verão Maior. As ações envolveram as sete cidades do litoral. Os hospitais da região contrataram médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem para reforço em plantões.

Foram enviados aos municípios litorâneos um helicóptero, três novas ambulâncias de suporte avançado e o avião da Rede Paraná Urgência, preparado para apoio nos transportes de pacientes críticos com demanda de transferência hospitalar. A Unidade de Pronto Atendimento de Matinhos foi reestruturada para a pista de pouso de helicóptero e utilizada como base para a aeronave de retaguarda.

Também foram reforçados os ambulatórios, as unidades de saúde, e as ambulâncias de suporte avançado, Samu, Siate e Central de Regulação Médica. O Governo do Estado também entregou veículos, equipamentos e insumos que somaram R$ 3,3 milhões ao Hospital Regional do Litoral (HRL), em Paranaguá.

Mais de 2,5 milhões de pessoas no Réveillon

O maior espetáculo de queima de fogos da história do litoral, nos municípios de Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná, reuniu mais de 2,5 milhões de pessoas na virada do ano.

Em torno de 100 mil também foram impactadas pelos shows do Palco Verão Maior em Matinhos e Guaratuba. As apresentações em janeiro foram de Jerry Smith, Alexandre Pires, Eduardo Costa, César Menotti e Fabiano, Michel Teló, Pedro Paulo e Alex, e Edson e Hudson. Com patrocínio da Renault do Brasil e apoio do Governo do Estado, os eventos foram gratuitos aos moradores e veranistas que garantiram com antecedência suas pulseiras de acesso.

Com informações da AEN