Guaratuba adota novas medidas restritivas para conter avanço da Covid-19

por Redação JB Litoral
23/02/2021 19:03 (Última atualização: 7 dias atrás)

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

A Prefeitura de Guaratuba realizou na tarde desta terça-feira (23) uma entrevista coletiva para atualizar o cenário epidemiológico e anunciar as medidas restritivas que serão implementadas para conter o avanço da Covid-19 na cidade.

Além da imprensa, participaram da reunião o prefeito Roberto Justus (DEM), os secretários da Saúde, Gabriel Modesto, da Administração, Denise Lopes Silva Gouveia, da Educação, Fernanda Monteiro e coordenador da Vigilância Sanitária, Hermínio Molinari.

De acordo com a prefeitura, os levantamentos da vigilância epidemiológica mostram que Guaratuba vive um momento de maior incidência de contaminação da Covid-19.

Com isso, serão adotadas medidas administrativas internas mais contundentes, mediante intensificação de orientações aos servidores públicos quanto à obediência aos protocolos de saúde (dentro e fora do seu ambiente profissional), afastando servidores que possuem risco e priorizando atendimentos virtuais. No mesmo sentido serão intensificadas as campanhas de prevenção e as medidas de fiscalização, especialmente no sentido de, além de advertir, aplicar as multas que estão previstas na legislação de regência.

Fiscalização

A administração ressalta que ao longo de todo o período de temporada houve a fiscalização de mais de 600 estabelecimentos e observa que, “dentro da condição de uma cidade que possui uma população flutuante, com acréscimo significativo no período de temporada de verão, acreditasse que esse crescimento vertiginoso de casos está associado ao pico de visitantes e de pessoas que visitaram a cidade. Aliado a isso o relaxamento da população na obediência aos protocolos de saúde e a falta de responsabilidade individual consciente contribuíram sobremaneira para o aumento desses números”.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Volta às aulas

No dia 18 de fevereiro, Guaratuba adotou o sistema híbrido e parte dos alunos da rede municipal retornaram ao ensino presencial. Contudo, as autoridades ressaltam que o atual cenário da pandemia e o aumento do número de casos não tem qualquer relação com isso, “notadamente porque o início do ano letivo ocorreu apenas no dia 18 e está lastreado em um protocolo de biossegurança tão restritivo e rigoroso que é muito mais seguro ao aluno estar dentro do ambiente escolar do que fora dele”.

O boletim da Secretaria de Estado da Saúde, divulgado nesta terça-feira (23), mostra 2.701 casos confirmados, 57 óbitos e 2.142 recuperados em Guaratuba.

Estado de calamidade pública

O prefeito Roberto Justus encaminhou para Assembleia Legislativa do Paraná um ofício pedindo a prorrogação do decreto que reconhece o estado de calamidade pública e emergência em saúde.

Os Decretos Municipais e demais atos normativos relacionados a COVID-19, assim como os boletins epidemiológicos diários, podem ser consultados diretamente no site da prefeitura www.guaratuba.pr.gov.br.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments