Homem com o braço quebrado arromba carro e acaba preso por populares

por Redação JB Litoral
25/09/2020 14:44 (Última atualização: 26/09/2020)

Policiais militares do 9° Batalhão foram acionados, na noite de quinta-feira, 24, para dar atendimento ao arrombamento de um veículo na Rua Ernesto Gonçalves, Jardim Araçá, em Paranaguá. Na chegada ao local, os policiais encontraram Cleiton Lima dos Santos, de 28 anos, que estava com uma tala imobilizadora no braço esquerdo, detido por populares.

Conforme a ocorrência, uma equipe de Rádio Patrulha Auto (RPA) se deslocou em atendimento à situação, verificando que, apesar do braço lesionado, Cleiton havia arrombado um carro que estava estacionado próximo de um comércio de materiais de construção.

Nas diligências, os policiais conversaram com a dona do veículo, uma mulher de 36 anos, a qual relatou que ao sair do seu trabalho, por volta das 20h, se deparou com Cleiton dentro do seu carro, um automóvel Fiat Palio. A mulher contou que tomou um susto ao ver o suspeito e começou a gritar, chamando a atenção de quem passava pelas imediações.

Homem com o braço quebrado arromba carro e acaba preso por populares 1
Cleiton foi encontrado tala no braço e precisou de atendimento médico antes de ser levado para a delegacia

De imediato Cleiton saiu correndo, levando a bolsa da vítima, mas, instantes depois, acabou sendo detido por populares, que recuperaram o acessório. Com o suspeito, ainda foi encontrada a chave reserva do veículo, que ele havia subtraído do porta-luvas.

Durante a abordagem, Cleiton reclamou de dores no braço que estava imobilizado e precisou ser encaminhado para o Hospital Regional do Litoral, onde recebeu o atendimento médico. Na sequência, ele foi conduzido ao plantão da Delegacia Cidadã, para a elaboração do flagrante.

Ao ser ouvida pelos policiais, a vítima contou que seu carro estava com problemas na trava da porta, o que pode ter facilitado a ação de Cleiton, que foi autuado por furto qualificado e, na sequência, levado para a Cadeia Pública de Paranaguá, onde ficou recolhido à disposição da Justiça.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments