Homem que aterrorizava a família morre em confronto com a PM

por Redação JB Litoral
13/09/2019 14:13 (Última atualização: 24/02/2020)

Na madrugada desta sexta-feira, 13, um homem morreu durante uma troca de tiros com policiais militares na Vila Guarani, em Paranaguá. Manoel Galdino Ferreira, de 40 anos, foi denunciado por ameaçar os familiares com um revólver e, quando uma equipe de Rádio Patrulha chegou ao local da ocorrência, ele atirou nos militares e no revide acabou baleado.

Conforme a ocorrência, tudo começou por volta da 1 hora, quando uma irmã de “Mané Golias”, como Manoel era conhecido, chamou a PM. Ela foi encontrada em uma farmácia e informou aos policiais que  tinha sido ameaçada com um revólver pelo irmão, que chegou a encostar a arma em sua barriga, e que ele ainda estaria em casa, aterrorizando outras pessoas da família.

De imediato os policiais foram até a casa, na Rua Arcésio Guimarães, e, ao chegarem no portão, foram recebidos a tiros por Manoel. Os policiais ainda teriam tentado convencer o suspeito a largar a arma e se entregar, mas ele continuou alterado e, ao entrar em um banheiro, atirou novamente. Os militares, então, revidaram a agressão e Manoel acabou baleado. Em seguida foi acionado o Samu, mas ele não resistiu, entrando em óbito no local.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Na averiguação da situação, outros familiares de Manoel informaram às equipes da PM que ele estava transtornado no interior da residência, andando com a arma em punho, e que, a todo momento, dizia que iria matar alguém. Após a perícia no local do confronto, o revólver usado por Manoel foi recolhido pelo Instituto de Criminalística.

As vítimas das ameaças, testemunhas, além dos policiais militares envolvidos na ocorrência, foram ouvidos na 1ª Subdivisão Policial de Paranaguá.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments