Homicídio é elucidado em Paranaguá após a prisão de suspeito

por Redação JB Litoral
28/06/2017 17:07 (Última atualização: 28/06/2017)

Um homicídio que vitimou Renata Lopes Cordeiro, 24 anos, morta com um tiro no rosto, foi esclarecido pela Polícia Civil, através da 1.ª Subdivisão Policial (SDP) de Paranaguá, na manhã de terça-feira, 27. O suspeito do crime, Bruno Patrick Gonçalves Simonato, de 20 anos, marido da vítima, foi preso na casa do pai, no bairro Parque Agari. 

A prisão aconteceu através do cumprimento de mandado de prisão preventiva, expedida pela 1ª Vara Criminal de Paranaguá, depois de um trabalho de investigação realizado pela subdivisão. 

O crime aconteceu no dia 23 deste mês de junho, por volta das 5 horas da manhã, quando o casal chegou de uma festa e iniciou a discussão. Durante a briga, o companheiro de Renata pegou um revólver calibre 32 e efetuou um disparo contra a vítima. Após o assassinato, o suspeito fugiu em uma bicicleta. 

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

As diligências para a prisão do suspeito iniciaram logo após o homicídio. “Ainda no dia dos fatos, nós apreendemos a arma utilizada no crime e dois estojos. Como isso representamos pela prisão preventiva do suspeito e assim que o mandado foi expedido, as equipes policiais realizaram as buscas para a sua captura”, conta o delegado-adjunto da 1ª SDP, Nilson Santos Diniz. 

O rapaz responderá pelo crime de homicídio qualificado e aguarda preso à disposição da Justiça.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments