Leite, Edu, Pioli e Maranhão são os que enfrentarão mais candidatos à reeleição

por Redação JB Litoral
18/09/2018 00:00 (Última atualização: 18/09/2018)

A matemática da eleição, tendo em vista a necessidade de fazer legenda e conseguir vagas na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) e Câmara Federal, mostra um quadro que deve favorecer mais os 14 que concorrerão para deputado estadual, do que os 11 que pretendem representar o litoral e o Paraná em Brasília.

Na semana passada, mais um deles entrou na corrida eleitoral para dividir os votos para a Alep, o Cardiologista do quadro da prefeitura, José Antonio Ferreira Martins (MDB), que teve sua Portaria de afastamento publicada na quarta-feira (05), por conta de um “lapso temporal” na publicação, segundo a prefeitura.

Seguindo na série de informações, que ajudem o eleitor a definir seu voto, o JB Litoral fez um levantamento das coligações e partidos de todos os pretendentes locais, para que o eleitor entenda e analise as reais chances de seu candidato ser escolhido no dia 7 de outubro.

A pesquisa levou em conta os deputados que buscam a reeleição e nomes conhecidos que já passaram pelo legislativo Estadual e Federal.

Na coligação que reúne o PROS/PMB/PMN o Advogado Alceuzinho Maron (PROS) enfrentará apenas o Drº Batista, o qual busca reeleição, numa disputa que comporta 80 nomes. Por sua vez, com a metade deles no PODEMOS, o Presidente da Câmara Municipal, Marcus Antonio Elias Roque, não tem nenhum deputado na competição, mas terá pela frente o Ex-deputado Nelson Tureck na batalha pela vaga.

Leite, Edu, Pioli e Maranhão são os que enfrentarão mais candidatos à reeleição 2

Leite enfrentará 16 deputados atuais

O Vereador Waldir Leite (PSC) ficou na coligação que reúne maior número de deputados estaduais que querem a reeleição. Com 73 que concorrem, do PSC/PSD, o vereador vai enfrentar 16 atuais deputados estaduais. O mais novo integrante, o médico José Antonio, travará no MDB uma disputa entre 29, dos quais três buscam reeleição. O Ex-vice-prefeito Fabiano Elias é um dos 46 políticos que vai encarar dois deputados estaduais e outros dois ex-deputados. A ex-primeira-dama, Jozaine Baka (PDT) e a Professora Daniele (SD) ficaram na coligação do PDT/PC do B/SD que possui apenas 30 candidatos e tem ainda Nelson Luersen buscando um novo mandato, além do Ex-deputado Federal Chico da Princesa e o Ex-vice-prefeito de Foz, Nilton Bobato, no pleito.

O Vereador Adilson Soares Zela (PPL) e o Professor Bruno (REDE), na coligação do PPL/REDE/DC, que reúne 44 para a vaga, enfrentarão o Deputado Marcio Pacheco nas urnas.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

O Engenheiro Reilly Algodoal (Patriotas) e o Empresário Rogério Credense (PSL) fazem parte da coligação PATRIOTAS/PSL/PTC, a qual comporta 81 pretendentes a cargo, entre eles o Deputado Missionário Arruda e o Deputado Federal Francischini (PSL). Sem deputados atuais e nomes conhecidos, Claudia Pereira (PRB) ficou na PRB/PHS/PR/AVANTE que possui 64 pretendentes ao cargo. O mesmo ocorreu com Jefferson Eckelberg (PSOL) o qual conta com o PCB e apenas 22 candidatos nesta corrida eleitoral. Partido que, historicamente, elege representantes com a menor quantidade de votos, o PV do Vereador Gilson Marcondes disputa com 52 sem deputado e pessoas conhecidas.

Edu, Maranhão e Pioli enfrentam 11 deputados

Dos 11 que querem conquistar uma vaga na Câmara Federal, o Vereador Adriano Ramos (PHS) e a Promoter e Jornalista Leslie Camargo (PRB) ficaram na coligação que reúne os partidos PHS/PRB/AVANTE com 39 aspirantes ao cargo e sem nenhum deputado buscando a reeleição e nomes conhecidos nesta corrida eleitoral. Por sua vez, seu colega de Legislativo, o Vereador Eduardo Francisco Costa de Oliveira (PSDB) ficou na maior coligação desta eleição, formada pelos partidos PP/PTB/DEM/PMN/PMB/PSB/PSDB/PROS, porém com apenas 46, dos quais 10 deles são federais que buscam a reeleição e um estadual que tentará se eleger para a Câmara Federal.

Situação semelhante vive o atual Vice-prefeito Arnaldo Maranhão (PODEMOS) e o Jornalista André Pioli (PSC), que ficaram na coligação que reúne as siglas PSD/PSC/PR/PPS/PODEMOS e mais 45 candidatos. Entretanto, a coligação abriga tradicionais campeões de voto, como Christiane Yared (PR), a mais votada em 2014. Além dela, outros oito deputados pretendem se reeleger e mais dois estaduais tentarão seguir para Brasília. A candidata do MDB, Bianka Ribas, que está na coligação do MDB/PDT/SOLIDARIEDADE/PC do B com 59 nomes, enfrenta três deputados que lutam para permanecer no cargo e um estadual que deseja cadeira na Câmara Federal, além dos Ex-deputados federais Barbosa Neto e Gustavo Fruet, e o estadual Caito Quintana.

O Professor da Rede Estadual de Ensino, Joselito Serafini da Rocha, do PT, enfrenta 36 concorrentes, entre eles os Deputados Zeca Dirceu e Enio Verri, além da Senadora Gleisi Hoffmann, que optou por tentar vaga na Câmara.

Vinicius e Osni sem deputados no pleito

Apenas três estão na disputa sem deputados e nomes conhecidos nesta corrida para Brasília. O Professor Cabo Tomas é um dos 41 no PV e enfrenta a Deputada Leandre, pela reeleição, e o Ex-deputado Estadual Roberto Aciolli. Por sua vez, Vinicius Prado é um dos 30 na lista do PSOL/PCB e Osni Carvalho está entre os 43 da coligação REDE/DC/PPL.

A candidata Rose Bernardes, do Patriotas, integra a coligação PATRI/PSL/PTC com 46 inscritos, entre eles o Deputado Estadual Felipe Francischini e o Ex-deputado Estadual Delegado Bradock. Finalmente Manuel Lobo tem a difícil missão de buscar uma cadeira ao lado da candidata Daiana Dantas, eles são os únicos candidatos pelo PCO.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments