Marco Zero de Guaratuba, a Igreja Matriz faz parte do início das preparações para o aniversário da cidade

Considerado uma das principais estruturas que representam o início do município, o local foi usado para primeira reunião sobre as comemorações do aniversário de 250 anos

por Redação JB Litoral
17/02/2021 17:39 (Última atualização: 2 semanas atrás)

Prefeito Roberto Justus, do DEM, pediu a criação de uma comissão para preparar as festividades de 250 anos de Guaratuba

Por Marinna Protasiewytch

Fundada em 1771, Guaratuba terá um ano importante em 2021. Para promover uma programação à altura da comemoração dos 250 anos do município, que antes era apenas uma vila, a prefeitura deu o ponta pé inicial nos preparativos da programação que vai marcar as festividades no município. “Vamos retribuir a nossa cidade tudo o que ela merece, vai além de registar nossas origens, compartilhar nossa história, vamos aproveitar este momento para divulgar nossa Guaratuba”, destacou o prefeito Roberto Justus, do DEM.

Além de demonstrar a importância e a participação do município praiano na evolução do litoral, a ideia é trazer aos guaratubanos boas lembranças e recordações, como conta a secretária de Cultura e do Turismo do município, Maria do Rocio Bevervanso. “Todos nós temos boas lembranças de nossas primeiras experiências, por que não fazer o mesmo com a nossa cidade? Afinal, é uma data única a ser festejada e resgatarmos os inúmeros momentos históricos. A Igreja Matriz de Nossa Senhora do Bom Sucesso é o marco zero, pois em 29 de abril de 1771 chegava o fundador Coronel Afonso Botelho de São Payo e Souza, desembarcando na Baia de Guaratuba”, contou a secretária.

Para realizar a abertura da preparação e da criação de um grupo destinado a resgatar as histórias da cidade, a prefeitura realizou um ato dentro da Igreja Bicentenária Nossa Senhora do Bom Sucesso e contou com o apoio do padre Luiz Langer e de cidadãos que farão parte da criação das festividades.

Preparativos

Apesar da grande festa acontecer em abril, a programação preparada pelo município deverá acontecer o ano inteiro, respeitando os protocolos de saúde por conta da pandemia do novo coronavírus. “O prefeito Roberto Justus determinou que fosse criada uma comissão dos 250 anos da fundação de Guaratuba. Os membros irão se reunir para discutirem e elaborarem todas as atividades inerentes à data, que estarão acontecendo durante todo o ano de 2021, com ações online e presencial respeitando o limite de pessoas”, explicou Maria do Rocio Bevervanso.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Marco Zero de Guaratuba, a Igreja Matriz faz parte do início das preparações para o aniversário da cidade 2
Igreja Bicentenária Nossa Senhora do Bom Sucesso foi utilizada para a primeira reunião e o ponta pé inicial das comemorações

O objetivo, deste ano, é destacar e homenagear os mais diversos patrimônios culturais da cidade, como a promoção de “um memorial na Praça Cel. Alexandre Mafra, a criação de um prato típico de Guaratuba, de um mascote, iluminações temáticas, a criação de um selo comemorativo, entre outras”, revelou Rocio. A Secretaria Municipal da Cultura e do Turismo está encarregada de fazer acontecer as festividades e promover o resgate da história do município.

História de Guaratuba

Depois da chegada de Afonso Botelho e com a celebração da missa, iniciava o que hoje é a cidade de Guaratuba. Com uma história recheada, o município que tem nome de origem tupi, que significa “ajuntamento de guarás”, que remete à grande quantidade de aves de penas vermelhas e que habitavam o local.

E é justamente esse tipo de lembrança histórica que a prefeitura, em conjunto com entusiastas e moradores, quer relembrar e promover. “Falar das famílias tradicionais, dos fatos que contribuíram para o progresso, as conquistas e as inovações que vieram acontecendo até os dias atuais na terra dos Guarás. É sem dúvida uma viagem fascinante pelo passado, em um programa presente para uma recordação memorável para o futuro. Portanto, estamos todos embarcando e vasculhando as ‘histórias na mala’, percorrendo 250 anos de existência da Vila de São Luiz de Guaratuba da Marinha”, ressaltou a secretária da Cultura.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments