JB Gente

Mesmo com intervenção no MDB paranaense, Anibelli Neto busca candidaturas para 2022 nos diretórios municipais

Por Maximilian Santos
16/07/2021 02:42 |
Atualizado em 02:42

Muito “se falou” durante o mês de fevereiro sobre a ação do presidente nacional do MDB, Baleia Rossi, de intervir no diretório estadual do partido, após “quiprocó” político e, também, grande racha interno. A direção da sigla, então presidida pelo deputado estadual Anibelli Neto, foi substituída por uma comissão provisória, que foi formada por nomes das bancadas estadual e federal.

Porém, na última terça (13), segundo a colega colunista Roseli Abrão, Anibelli Neto visitou a sede nacional do MDB e questionou Baleia Rossi sobre a situação que, após 5 meses, ainda permanece sem maiores conclusões. Pediu a realização de convenção estadual, solicitando também que não ocorra nova intervenção após a decisão ser tomada. Com isso, o deputado paranaense quer seguir no segundo semestre, um roteiro pelos diretórios das cidades do interior, a fim de formar fortes chapas aos cargos de deputado estadual e federal, para as eleições de 2022.

No litoral, o MDB mantém uma das 7 prefeituras, com Rudão Gimenes, em Pontal do Paraná, e, também, como vice-prefeito de Matinhos, o engenheiro Clecio Vidal. Em Paranaguá, o principal nome do partido é do vereador Adalberto Araújo, que mantém independência, mas com amplo tom de oposição ao prefeito Marcelo Roque (Pode). Por ser um partido de grande histórico em Paranaguá e de importante força no litoral paranaense, existe grande expectativa do diretório estadual de lançar na região pelo menos um nome para a Alep ou Câmara dos Deputados. Nos bastidores da “Cidade Mãe”, já se comenta da possibilidade de Adalberto Araújo ser um desses possíveis proponentes.