Dia a Dia

Moradores temem acidentes devido as carretas estacionadas na marginal da PR-407

Por Diogo Monteiro
27/05/2022 19:14 |
Atualizado em 17:41

Moradores do bairro Jardim Paranaguá procuraram o JB Litoral via Whatsapp (clique para participar do grupo) a fim de reclamar de uma situação que pode gerar um grande problema em relação ao trânsito, na saída da PR-407, acesso à marginal Argus Tha Heyn, sentido Bento Munhoz da Rocha Neto, em Paranaguá.

Segundo os moradores, duas carretas ficam estacionadas, periodicamente, muito próximas ao acesso para os bairros, fazendo com que o local se torne um perigo eminente, já que os veículos tomam boa parte da pista indicada para estacionamento. “Eu passo por aqui todos os dias e os motoristas, que vêm da praia para a cidade, entram em alta velocidade. Muitas vezes, veículos mais lentos, e até animais, acabam atrapalhando o trânsito. E essas carretas tornam o local mais perigoso por não ter uma área de escape para que um carro consiga, pelo menos, desviar”, comentou um morador que prefere não se identificar.

Moradores temem acidentes devido as carretas estacionadas na marginal da PR-407, JB Litoral - Notícias de Paranaguá, Guaratuba, Morretes, Guaraqueçaba e litoral do Paraná
O caminhão precisa utilizar parte da faixa contrária para passar pelo acesso. Foto: Diogo Monteiro/JB Litoral

Nossa equipe visitou o local e constatou que as carretas continuam estacionadas na saída da PR-407. Em contato com a Superintendência de Trânsito da Guarda Civil Municipal (Sumtran), o local é regulamentado para estacionamento. Porém, a superintendente Renata Lopes destaca a necessidade do “bom senso”, uma vez que o acesso para a marginal é uma área de desaceleração, com velocidade máxima de 30 km/h. “O motorista que segue pela área de desaceleração da PR-407, que dá o acesso para a Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto, tem preferência sobre as marginais. A superintendência fica à disposição do órgão com circunscrição sobre a via, para pontuar os locais de conflito onde caminhões estacionam e colocam em risco os veículos que entram com velocidade de desaceleração da rodovia”, disse.

Moradores temem acidentes devido as carretas estacionadas na marginal da PR-407, JB Litoral - Notícias de Paranaguá, Guaratuba, Morretes, Guaraqueçaba e litoral do Paraná
Luiz Henrique Mello é especialista em Trânsito e alertou as autoridades. Foto: Arquivo Pessoal

O JB Litoral procurou, também, o especialista em Trânsito Luiz Henrique Mello, que destacou o perigo eminente de um acidente grave, mesmo que as carretas estejam estacionadas de forma regulamentada. “Tecnicamente, essas carretas não infringem qualquer norma de trânsito, porém, é importante ressaltar que o local se torna uma área de desaceleração. Pelas imagens, é fácil perceber que existe um conflito entre veículos que trafegam em sentidos contrários, tanto quem sai da rodovia e se encontra com quem segue pelo mesmo sentido pela marginal, e outros carros que seguem no sentido contrário”.

Em sua opinião, o ideal seria retirar a permissão de estacionamento de qualquer veículo naquele local, já que ciclistas acabam utilizando e invadindo a pista de rolamento. “A possibilidade de uma colisão nesse ponto em específico é muito grande, por isso, esse estacionamento deveria ser retirado. Não só pelas carretas, mas pra qualquer outro veículo que possa estacionar naquela região e se envolver em um acidente de trânsito. Outro ponto de base é a questão dos ciclistas que deixam de usar a ciclovia e transitam na pista de rolamento, o que agrava ainda mais a situação”, disse o especialista.

Outro local identificado como estacionamento de carretas e caminhões foi encontrado próximo à saída da Bento Munhoz da Rocha Neto, pela marginal sentido BR-277. Luiz Henrique diz que isso também acaba deixando o espaço inseguro para motoristas, ciclistas e pedestres que trafegam pela região.