Assaltantes amarram caminhoneiro em árvore para roubar bitrem carregado de soja

por Redação
07/04/2021 16:23 (Última atualização: 5 dias atrás)

Por Diogo Monteiro com informações da Polícia Militar

Um caminhoneiro de 31 anos, morador na cidade de Jardim Alegre, no Norte do Paraná, foi sequestrado na noite desta terça-feira, 6, quando se encontrava com seu veículo parado às margens da BR-277, na região de Morretes. Ele trafegava no sentido litoral e resolveu parar para descansar em frente uma lanchonete na rodovia, devido problemas mecânicos, momento em que acabou surpreendido pelos assaltantes.

Policiais militares do 9º Batalhão deram atendimento à ocorrência, após o caminhoneiro procurar um morador na Estrada das Colônias, em Paranaguá, para pedir ajuda. Ele relatou que, por volta das 22h, se encontrava na cabine do seu caminhão, um bitrem carregado com soja, quando ouviu que alguém tentava arrombar a porta e que, em seguida, dois indivíduos armados o renderam.

Na sequência, a dupla de criminosos tentou fugir com o veículo, o qual, por estar com defeito, acabou travando após andar apenas por 1 km. Em seu relatos aos militares, o caminhoneiro informou que, logo depois, mais dois homens apareceram ocupando um automóvel prata e o levaram para região de mata, onde foi abandonado. No local eles algemaram e amarraram o caminhoneiro em uma árvore, fugindo em seguida.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

TIROS

O caminhoneiro contou que, durante a ação, os assaltantes teriam efetuado pelo menos quatro disparos de arma fogo, mas nenhum acertou ele, o qual, depois de muito tempo preso, conseguiu se soltar da árvore e pediu ajuda em uma casa. Foi o morador quem acionou a PM, a qual realizou patrulhamento pela região e encontrou o cavalo mecânico estacionado no Km 22 da BR-277, em frente a uma borracharia, mas as carretas com a soja não estavam lá.

Diante dos fatos, o caminhoneiro foi encaminhado ao plantão da Delegacia Cidadã para elaborar o Boletim de Ocorrência. Até o fechamento desta matéria, as carretas e a carga não tinham sido localizadas, nem suspeitos do crime.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments