Motorista é preso por embriaguez após acidente que provocou morte de menina

por Redação JB Litoral
25/02/2019 08:55 (Última atualização: 25/02/2019)

Fotos: Reprodução WhatsApp
Motorista é preso por embriaguez após acidente que provocou morte de menina 2

Vítimas estavam em uma moto Honda CG 150

Uma menina de quatro anos morreu após um acidente, na noite de domingo, 24, na Rua Manoel Correa, Palmital, em Paranaguá. A vítima estava em uma moto, a qual foi atingida por um veículo Fiat Punto, que, segundo testemunhas, trafegava pela contramão.

O motorista do carro, identificado como Renan Putrique Sales Domingos, de 24 anos, morador na Vila São Vicente, acabou preso pela Polícia Militar e, encaminhado à 1ª Subdivisão Policial, foi autuado por praticar homicídio culposo na direção de veículo automotor, além de dirigir sob influência de álcool.

Motorista é preso por embriaguez após acidente que provocou morte de menina 3

Renan se recusou em realizar exame etilométrico

Conforme informado por testemunhas, o Fiat Punto, com placas de Pontal do Paraná, estaria trafegando pela contramão, na Rua Manoel Corrêa, quando colidiu com a motocicleta Honda CG 150, ocupada por um casal e a criança, que ficaram gravemente feridos.

As três vítimas foram socorridas pelo Samu e encaminhadas ao Hospital Regional do Litoral, mas a menina não resistiu, entrando em óbito pouco tempo depois de chegar à unidade de saúde.

De acordo com a ocorrência, por volta das 19h40 a Central de Operações da PM foi informada sobre o acidente e de que várias pessoas estariam agredindo o motorista do Punto. Ao chegarem, os policiais encontraram um aglomero de pessoas, sendo que o condutor do carro estava detido e imobilizado por populares.

Diante da situação, a equipe retirou Renan do local, juntamente com sua namorada, que estava com ele no veículo, enquanto as outras equipes policiais ficaram sinalizando a via e auxiliando no atendimento das vítimas do acidente.

Renan foi levado até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em decorrência de escoriações em seu rosto e, em seguida, conduzido à delegacia, pois ele apresentava sintomas de embriagues. Na unidade policial, foi solicitado que o rapaz realizasse o exame etilométrico, mas ele teria recusado, na frente de testemunhas, sendo, então, autuado pela embriaguez ao volante. Durante a averiguação da habilitação do rapaz, ainda foi constatado que estava irregular.

Na delegacia a equipe da PM foi informada que os outros envolvidos no acidente eram Edivan José de Lima, 49 anos; Evellyn Espinosa Novais Quinsiana, de 34, e Lavinia Mayara Espinosa Balduino, que ao chegar no hospital entrou em óbito. A menina era filha de Evellyn, passageira da moto, a qual era pilotada por Edivan, que também não resistiu, vindo a óbito hoje pela manhã.

Durante o atendimento do acidente, os policiais militares ainda encontraram, dentro do Punto, uma pequena porção de maconha, totalizando 3,4 gramas, que também foi entregue na delegacia, para que fossem tomadas as providências necessárias.

Os veículos envolvidos no acidente foram conduzidos ao pátio do Detran e Renan ficou recolhido no setor de carceragem da 1ª SDP, à disposição da Justiça. Ele ainda deverá responder por porte de drogas.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments