Cidades

Novas tarifas de travessia para a Ilha do Mel entram em vigor e custam até 43% mais

A partir desta segunda-feira (21) está mais caro chegar e sair de um dos paraísos do Litoral, a Ilha do Mel. Quem estava pagando R$ 35, no início da temporada, pelo combo de ida e volta no trajeto Pontal do Sul – Ilha do Mel, agora passa a pagar R$ 44,18, um aumento de 25%. Já quem precisa ou opta pelo trajeto mais longo, embarcando em Paranaguá, o valor que antes era de R$ 53, aumentou para R$ 76,50 ida e volta, representando o maior percentual de reajuste; de 43%. Já para a escolha do serviço de táxi náutico, a variação é de 34%, com valor passando de R$ 50 para R$ 67,25 ida e volta. O reajuste foi autorizado pela Agência Reguladora do Paraná (Agepar) e faz parte do novo contrato de concessão para administração do terminal de embarque e desembarque de passageiros, cuja licitação ocorreu no final de setembro de 2021 e a vencedora foi a Associação dos Barqueiros das Baías do Litoral Norte do Estado do Paraná (Abaline), que já administra o terminal há 10 anos.

ETAPAS

De acordo com o comunicado da Abaline, divulgado neste domingo (20), o reajuste é uma das etapas do que estabelece o contrato firmado com a prefeitura de Pontal do Paraná, em outubro do ano passado. “O contrato prevê, no decorrer de 2022, diversas melhorias no Terminal, para entregar ao turismo local um serviço de excelência”, diz. A licitação vencida pela associação tinha como objeto a administração e exploração do terminal aquaviário de embarque e desembarque de Pontal do Sul, mediante a implantação do sistema de venda nas modalidades presencial e on-line, que ainda não havia, e na gestão e controle de tickets para as empresas autorizadas pelo Estado a operar o transporte aquaviário de passageiros.

Segundo também prevê o contrato, 5,5% do valor da tarifa vai para a Abaline, cobrança que foi autorizada após assinatura de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) homologado pela Agepar, em 21 de dezembro de 2021.

VALORES

Ainda segundo o comunicado da Abaline, a passagem para a Ilha do Mel é composta pelo valor da tarifa de travessia (determinada pelo Chamamento Público Estadual), valor do seguro (pago por trecho), taxa de embarque (recolhido à Prefeitura de Pontal), taxa da Agepar e a tarifa da Abaline pela gestão do terminal, no percentual de 5,5% sobre a soma dos demais valores.

A associação também ressalta que desde 2015 não havia o reajuste tarifário, mas que os Chamamentos Públicos 001/2019 e 002/2019 passaram a prever o reajuste anual. Na ocasião, a tarifa da linha regular, Pontal – Ilha, por exemplo, que era no valor de R$ 11,94 passou para R$ 17,33, ou os cerca de R$ 35 ida e volta.

MELHORIAS

Em conversa com o JB Litoral, o secretário de Turismo de Pontal do Paraná, Gilberto Keserle, afirmou que as melhorias previstas em contrato são, basicamente, a implementação da venda dos bilhetes pela internet, o que já está em funcionamento, um processo mais ágil na venda presencial, monitoramento no terminal e arredores, wi-fi gratuito no terminal e as questões básicas de manutenção, limpeza, conservação, informações no terminal e no interior dos barcos e cumprimento de horários.

Temos que deixar bem claro que esse contrato compreende apenas a administração do terminal. A questão tarifária compete ao estado, pois se trata de uma linha intermunicipal, que também é uma concessão à mesma associação que venceu o pregão para seguir administrando o terminal. Nosso foco é atender bem os turistas, para isso, o que está previsto em contrato será sempre acompanhado por nós, o wi-fi já está sendo instalado e a venda on-line já acontece, o que agiliza e traz comodidade”, disse o secretário.

Gilberto Keserle também explicou que parte do valor pago para ir à Ilha do Mel é revertido em melhorias para a cidade. “Os R$ 4,12 da taxa de embarque vai para o Fundo Municipal de Turismo e os 5,5% sobre o valor da tarifa vai para a Abaline, em que ela utiliza para administrar o terminal, pagar funcionários, comprar material para limpeza e manutenção do espaço, enfim, pagar as contas do terminal. Esse percentual foi o menor da licitação, por isso a associação venceu o pregão”.  

O contrato é válido por 12 meses com possibilidade de renovação por mais um ano.

DIFERENCIADO PARA MORADORES

Para quem mora na Ilha do Mel, os valores cobrados para a travessia são diferenciados nos barcos convencionais. No trecho Pontal do Sul – Ilha do Mel, os turistas pagam R$ 44,18 ida e volta e o morador R$ 31,23. Já para o trecho Paranaguá – Ilha do Mel, o valor de turista é R$ 76,50 e para os moradores são cobrados R$ R$ 47,10 ida e volta.