Novos conselheiros tutelares de Paranaguá são escolhidos para os próximos quatro anos

por Redação JB Litoral
25/11/2019 18:58 (Última atualização: 24/02/2020)

A última cidade do Litoral a realizar as eleições para escolha dos candidatos ao Conselho Tutelar, pelos próximos quatro anos, foi Paranaguá. A votação aconteceu no domingo (24), das 09h às 18h, no Colégio Estadual José Bonifácio. Cinco dos doze concorrentes foram eleitos, e outros cinco foram escolhidos como suplentes, que assumem em caso de férias, licença ou morte.  

Camila do Rosário Lacerda Corrêa foi a primeira colocada, com 652 votos; Verônica do Rosário Lima obteve 632 votos; Arione Lopes de Farias foi eleito com 599 votos; Thaiz Cristina Alves de Oliveira teve 585 votos, e Danielle de Lima dos Santos 541 votos.

Os suplentes são Adilson Santos Costa, que recebeu 461 votos; Luiz Carlos Portaneri, que obteve 425 votos; Gerson Nunes Pereira, com 394 votos; Edmilson da Silva Costa, com 377 votos, e Claudio Antônio do Nascimento, que recebeu 281 votos.

As candidatas Josiane Constantino Isaías e Nair Valni Pereira Marins receberam, respectivamente, 274 e 166 votos.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

A maior parte das cidades do Brasil elegeu, no dia 06 de outubro, novos conselheiros tutelares para a gestão de quatro anos, de 2020 a 2023. Toda a população pôde votar desde que desejasse e estivesse em dia com suas obrigações eleitorais. O processo de votação ocorre em data unificada em todo território nacional, a cada quatro anos.

No município, a votação foi anulada, devido a irregularidades no processo eleitoral. O Ministério Público do Paraná propôs ação para suspender todo pleito, organizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), devido a notícias de ilegalidades nas provas para conselheiro. Segundo a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/PR), o gabarito do exame circulou via WhatsApp entre pessoas não integrantes da comissão eleitoral.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments