Destaques

Núcleo de Educação abre sindicância para apurar denúncias de assédio sexual no Instituto; professor acusado é afastado

Por Diogo Monteiro
01/07/2022 14:36 |
Atualizado em 16:36

Alunos do Colégio Estadual Instituto Dr. Caetano Munhoz da Rocha realizaram, na manhã desta sexta-feira (1), uma manifestação pedindo o afastamento e a investigação de supostos casos de importunação sexual cometidos pelo professor de geografia Inácio Daunfenbach, de 55 anos, contra alunos da instituição. A situação veio à tona após os estudantes denunciarem os possíveis abusos à diretoria da escola.

Núcleo de Educação abre sindicância para apurar denúncias de assédio sexual no Instituto; professor acusado é afastado, JB Litoral - Notícias de Paranaguá, Guaratuba, Morretes, Guaraqueçaba e litoral do Paraná
Colégio Dr. Caetano Munhoz da Rocha é uma das unidades de ensino mais populosas do Paraná. Foto: Diogo Monteiro/JB Litoral

A polêmica ganhou repercussão na quinta-feira (30), quando o Batalhão da Polícia Escolar Comunitária (BPEC) foi acionado para atender uma situação onde alunos teriam cercado um professor, ameaçando agredi-lo. De acordo com o boletim de ocorrência, assim que a equipe chegou na unidade de ensino, encontrou os alunos reunidos na sala da diretora, e relataram à equipe policial diversas situações relacionadas à importunação sexual que teriam sido cometidas pelo professor ao longo dos anos. Segundo o documento, os alunos e a diretoria foram orientados a fazer uma reunião com os pais e responsáveis dos envolvidos, para que, dessa forma, as denúncias sejam representadas legalmente na Delegacia Cidadã de Paranaguá.

Núcleo de Educação abre sindicância para apurar denúncias de assédio sexual no Instituto; professor acusado é afastado, JB Litoral - Notícias de Paranaguá, Guaratuba, Morretes, Guaraqueçaba e litoral do Paraná
O Núcleo Regional de Educação abriu uma sindicância para apurar os fatos. Foto: Diogo Monteiro/JB Litoral

No início da manhã de hoje (1), os alunos realizaram uma manifestação em frente ao Núcleo Regional de Educação (NRE) e do Sindicato Dos Trabalhadores em Educação Pública Do Paraná (APP), em Paranaguá, pedindo o afastamento e a apuração das denúncias relacionadas aos possíveis casos de importunação sexual. De acordo com o aluno Lucas Calado, de 20 anos, o movimento teve como objetivo chamar a atenção da comunidade escolar contra os abusos sofridos pelos alunos, cometidos, em tese, pelo professor citado. “Todos estão aqui pedindo que isso acabe. Ontem pela manhã uma aluna sofreu novamente com uma situação vexatória e isso gerou uma indignação em todos os alunos. Formalizamos uma denúncia junto à diretoria do colégio e hoje estamos aqui mostrando nossa insatisfação com os abusos sofridos, não apenas por alunas, mas pelos alunos também”, disse Lucas.

Durante o movimento, o Chefe do NRE, Adauto Félix Santana, conversou com os estudantes destacando que a chefia estava reunida com os envolvidos para que as providências legais fossem tomadas. Após a reunião, o Núcleo de Educação emitiu uma nota confirmando a comunicação da denúncia feita pela equipe gestora da escola.

O Núcleo Regional de Educação de Paranaguá informa que foi comunicado dos fatos ocorridos no Instituto Estadual de Educação Dr. Caetano Munhoz da Rocha. A comunicação aconteceu na manhã de quinta-feira, 30 de junho, pela equipe gestora da escola. Tanto o NRE quanto a escola estão tomando as providências legais e administrativas para a averiguação dos fatos relatados pelos estudantes. A Secretaria Estadual de Educação e do Esporte, da qual este NRE faz parte, criou uma série de políticas para o combate ao assédio dentro das nossas escolas. Essas medidas abrangem tanto a esfera pedagógica, levando informações para estudantes, professores e comunidade escolar, quanto a administrativa, tornando mais céleres os trâmites”, informou.

Além disso, Adauto afirmou que uma sindicância foi aberta e o professor se encontra afastado das suas atividades pedagógicas no decorrer do processo. Confira na edição impressa de segunda-feira (4), a reportagem completa sobre o assunto.