Editoriais

Editorial: É para aplaudir em pé, mas também continuar com máscara!

Por Redação
05/07/2021 18:01 |
Atualizado em 18:58

Nesta edição o JB Litoral traz uma densa pesquisa sobre os números da vacinação da Covid-19 em todo o litoral. De um modo geral, temos uma campanha de aplicação funcional em todas as sete cidades. Porém, por conta da mudança de diretrizes aplicadas pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) é possível ver que teremos uma queda na celeridade de algumas cidades e, talvez, uma melhora em outras. Atualmente, a imunização completa gira em torno de 16%. Isso é bom, mas é pouco.

Paranaguá segue sendo a primeira, uma das mais organizadas, com um drive-thru extremamente funcional e com a Estação Ferroviária funcionando muito bem obrigada. É claro que teríamos algumas críticas para a cidade. No entanto, o que é preciso ser considerado, e muito, é que ela abriga os principais grupos prioritários: ribeirinhos, caminhoneiros, portuários, e ainda temos gestantes, pessoas com comorbidades e outros grupos previstos pelo próprio Ministério da Saúde.

A diminuição da vacinação na cidade pode significar um equilíbrio, ou não. Por isso, é preciso ficar de olho em seu município. Matinhos, Pontal do Paraná e Guaratuba são localidades que reclamaram e pediram a igualdade. Fiquem atentos se teremos mais doses para esses locais, se a população vai chegar mesmo à meta de 80% de vacinados com a primeira dose, até agosto.

Também é preciso desmistificar a informação de que ter a primeira dose já basta. A não ser que você tenha recebido o imunizante da Janssen, não caia nessa meu amigo. Vacina boa, é vacina no braço, mas é com esquema vacinal completo. Ah! E nesta edição temos também um bom exemplo do que fazer após receber a vacina.

Tirar a máscara? Parar de passar álcool em gel? Aglomerar-se no Aeroparque? Curtir uma praia sem nenhuma proteção, porque na areia não tem Covid? Claro que não! Todos nós, assim como a própria equipe do JB, que foi imunizada, precisamos continuar com os cuidados. A vacina não te torna um herói 100% imune, ela reduz os riscos de morrer. Mas, você ainda pode morrer, ok? Então nesta roleta russa que tem sido a pandemia, façamos nossa parte, os governantes devem fazer a deles e, só assim, poderemos nos ver livres de vez deste vírus.