Outubro Rosa: Porto de Antonina promove campanha de conscientização

por Redação JB Litoral
26/10/2020 23:45 (Última atualização: 26/10/2020)

Foto: divulgação

O Terminais Portuários da Ponta do Félix (TPPF) aderiu a campanha internacional do Outubro Rosa. Com o intuito de promover conscientização da importância de prevenir o câncer de mama, o Porto de Antonina reuniu colaboradoras e profissionais de saúde para alertar sobre os cuidados com a saúde as mulheres.

De acordo com diretor administrativo financeiro do TPPF, Alex Sandro de Ávila, a ação visa compartilhar informações que incentivem a prevenção da doença. “O bem-estar das nossas colaboradoras é muito importante para nós, não poderíamos deixar de participar do Outubro Rosa. Convidamos palestrantes para reforçar o nosso cuidado com as mulheres que trabalham no porto. As mulheres que vieram ao TPPF contar suas histórias são exemplos de que o acolhimento deve partir de toda a sociedade”, destaca Alex.

Integrantes do Instituto Peito Aberto de Paranaguá e a Clínica Capela mediaram palestras e bate-papo com as funcionárias, com o objetivo de oferecer orientações sobre a importância do autoexame e cuidados com o corpo. Além disso, também foram feitas trocas de experiências e relatos de mulheres que já sofreram com a doença.

Uma das palestrantes, a professora Sandra do Rocio, enfrentou o câncer de mama em dois momentos, nos anos de 2010 e 2016. Sandra conta que foram períodos muito difíceis e que superou com a ajuda de familiares e amigos. “Me sinto abençoada por poder compartilhar o que passei porque o primeiro sentimento que a gente tem é de morte, de que a vida vai acabar, de que não tem mais esperança. O choque e o trauma são inevitáveis”, explica.

Sandra fez cirurgias e seguiu o tratamento, confiando em sua fé e na equipe médica. Ela considera o Outubro Rosa como uma oportunidade para as mulheres lembrarem da importância do cuidado com a saúde. “De janeiro a janeiro, temos que nos cuidar. Se nos cuidarmos, estaremos preparadas para cuidar também da nossa família. O outubro Rosa faz um alerta. Se durante o ano você não fez exames, ele te chama a atenção para que olhe para você e se cuide”, declara.

Câncer de mama no Brasil

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), do Ministério da Saúde, o câncer de mama representa, aproximadamente, 25% dos cânceres que afetam as mulheres. Este índice mostra que o câncer de mama é o segundo tipo mais frequente entre as brasileiras.

O INCA estima que, até o final de 2020, o Brasil registre mais de 66 mil novos casos de câncer de mama. O último dado, referente a 2018, indica que o número de mortes chegou a 17.763, sendo 17.572 de mulheres e 189 de homens, que se tratam de casos raros da doença.

Câncer de mama no Paraná

Ainda segundo o INCA, o número de casos da doença no Estado pode chegar a 3.470, 9,5 diagnósticos por dia. No ano passado, 993 mulheres morreram devido a doença. “Diante de tantos casos, não podemos deixar de contribuir com a corrente de conscientização e cuidado. Compartilhar informações é essencial para diagnósticos precoces e maiores chances de cura. O apoio à prevenção do câncer de mama também é uma maneira de contribuir com a comunidade de Antonina e dar visibilidade para o combate da doença no litoral paranaense”, finaliza Alex.

Fonte: Assessoria COMUNICORE

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments