Partidos se unem e formam três blocos parlamentares na Alep

Dez legendas optaram por unir as bancadas para representação na Casa.Dois dos blocos são formados por quatro deputados, e um conta com seis.

por Redação JB Litoral
02/02/2015 19:00 (Última atualização: 02/02/2015)

Assembleia aprovou o Estado de Calamidade Pública na quarta-feira

Dez partidos com representantes na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) optaram pela formação de blocos parlamentares para a legislatura que teve início no domingo (1º). Os três novos blocos adquirem o mesmo status das bancadas isoladas dos partidos, e os deputados componentes são representados por um líder que pode pertencer a qualquer um dos partidos do bloco.

O bloco PPS-PTB-PSB contará com seis deputados. Do PPS, participam os deputados Tercílio Turini e Cristina Silvestri – suplente, ela deve assumir a vaga no lugar de Douglas Fabrício, que deve ir para a Secretaria de Estado do Esporte. Compõem o bloco ainda os deputados Tião Medeiros (PTB), Tiago Amaral (PSB), Gilberto Ribeiro (PSB).

Já o PP, PMN e Solidariedade farão parte de outro bloco, com quatro deputados. Participam os deputados Maria Victória (PP), José Carlos Schiavinato (PP), Felipe Francischini (Solidariedade) e Dr. Batista (PMN).
Por fim, o bloco PSL-PPL-PV-PRB também terá quatro parlamentares. São eles: Pastor Edson Praczyk (PRB), Márcio Pacheco (PPL), Adelino Ribeiro (PSL) e Rasca Rodrigues (PV).

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

O número de quatro deputados é o mínimo exigido pelo Regimento Interno da Alep para a constituição de um bloco. Assim, se o desligamento de um partido implicar na redução para abaixo deste mínimo, o bloco será desfeito automaticamente.
Dos 54 deputados empossados neste domingo, 12 são do PSC – a maior bancada da Casa. Em seguida, está o PMDB, com nove deputados, e o PSDB com seis. O DEM e o PDT empataram no número de cadeiras, com quatro para cada.
Nova legislatura

O deputado Ademar Traiano (PSDB) foi eleito no domingo (1º) o novo presidente da Assembleia Legislativa do Paraná. Traiano inicia seu sétimo mandato como deputado estadual, após ter sido líder do governo de Beto Richa (PSDB) nos últimos quatro anos. Ele assume o cargo por dois anos.
Além do presidente, a Mesa Diretora também será composta por Jonas Guimarães (PMDB) – 1º vice-presidente, André Bueno (PDT) – 2º vice-presidente, Gilberto Ribeiro (PSB) – 3º vice-presidente, Plauto Miró (DEM) – 1º secretário, Ademir Bier (PMDB) – 2º secretário, Adelino Ribeiro (PSL) – 3º secretário, Schiavinato (PP) – 4º secretário e Ney Leprevost (PSD) como 5º secretário.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments