Destaques

Passagem da Graciosa aumenta 28% entre as cidades do Litoral; tarifa subiu para R$ 9,30

Por Gabriel Santos
03/07/2022 10:05 |
Atualizado em 13:08

Desde a última sexta-feira, 1º de julho, os moradores do Litoral que utilizam o transporte coletivo intermunicipal estão pagando mais caro para se deslocar entre as cidades da região. Os usuários dos serviços da empresa Graciosa, que antes pagavam R$ 7,25, agora, precisarão desembolsar R$ 9,30, ou seja, houve um aumento de 28%.

Da mesma forma, quem precisa ir até Curitiba também pagará novos valores. Por exemplo, de Paranaguá a Curitiba, os viajantes pagarão R$39,90. Até semana passada, a tarifa custava R$ 33,28. Já no percurso inverso, Curitiba/Paranaguá, a população gastará no bilhete o valor de R$ 43,82, anteriormente, a passagem custava R$ 35,90.

O aumento segue a decisão da 4ª Vara da Fazenda Pública do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba. O órgão de Justiça autorizou o acréscimo após o pedido da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros dos Estados do Paraná e Santa Catarina (Fespasc).

Segundo a entidade, a ação coletiva requisitou o reajuste de 22,38% no setor rodoviário e 28,04% para o sistema metropolitano das localidades. Em nota, a Fespasc comentou que o acréscimo cumpre os cálculos do Departamento Estadual de Rodagem do Paraná (DER-PR) baseado no decreto estadual 1.821/2000.

Mas a Agência Reguladora do Paraná (Agepar), instituição voltada a assegurar os direitos dos usuários do transporte coletivo intermunicipal, foi contra a deliberação julgada pela Vara e disse que irá recorrer a sentença por não aceitar a metodologia implantada pelo DER no cálculo dos reajustes tarifários.