Polícia Civil prorroga atuação da Delegacia Móvel no Litoral

por Redação JB Litoral
17/02/2021 15:14 (Última atualização: 2 semanas atrás)

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) irá manter a Delegacia Móvel no Litoral até o dia 28 de fevereiro. A utilização do ônibus estava prevista inicialmente até a terça-feira (16), mas foi prorrogada devido ao sucesso do serviço.  

Segundo o coordenador da Operação Verão Consciente na Polícia Civil, delegado Gil Tesseroli, a extensão da permanência da Delegacia Móvel é consequência da excelente receptividade dos cidadãos. “O ônibus estará mais uma semana no Litoral e assim poderemos prestar esse atendimento aos veranistas, auxiliando ainda mais na segurança”, diz.   

De sexta-feira (19) a domingo (21) a Delegacia Móvel ficará na praia central em Guaratuba. Na semana seguinte, atuará de sexta-feira (26) a domingo (28) na praia de Caiobá, em Matinhos, na Avenida Atlântica, em frente ao nº 1900.  

A Delegacia Móvel oferece atendimentos como a confecção de Boletins de Ocorrência (BO) e orientações quanto à atribuição da polícia judiciária. O funcionamento é das 12h às 22h.  

Os policiais civis também auxiliam para que regras sobre a Covid-19 sejam cumpridas e orientam familiares a respeito dos cuidados com as crianças na praia.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

A delegacia é responsável por aproximar a Polícia Civil dos veranistas e também para contribuir com a inibição da criminalidade.  

Estrutura

A unidade móvel funciona em um ônibus, com instalações modernas e equipamentos de última geração. Os policiais civis utilizam drones que, no período de veraneio, auxiliam no monitoramento da movimentação de suspeitos entre banhistas, além de auxiliar no avistamento de casos de afogamento, para que o Corpo de Bombeiros seja prontamente acionado.

Além disso, o ônibus possui internet 4G, sistema de câmeras de monitoramento, gerador de energia elétrica independente, computadores que permitem seis atendimentos simultâneos, e acessibilidade para pessoas com limitações de locomoção.

Operações aéreas

Fonte: Polícia Civil do Paraná

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments