Cidades

Prefeitura de Matinhos investe R$ 1.4 milhão em festa de aniversário com duração de 7 dias

Por Redação
17/06/2022 14:51 |
Atualizado em 15:01

No domingo (12), Matinhos completou 55 anos de fundação. Com a comemoração acontecendo bem no Dia dos Namorados, a cidade ficou conhecida como a “namoradinha” do Paraná e, para este ano, a festa de comemoração dura quase uma semana, celebrando, também, o recuo da pandemia de coronavírus.

As atrações começaram no sábado (11) pela manhã, com o 1º Festival de Fanfarras, além do Parque de Diversões e apresentações de Circo, que acontecem até esta sexta-feira (17), e show da dupla Carreiro & Capataz. No domingo (12), o show principal ficou por conta da banda de rock cristã Rosa de Saron.

Para esta semana, a programação começa na segunda-feira (13), com o show de comédia de Paulinho Mixaria; na terça-feira (14) quem se apresenta é o grupo gauchesco Os Monarcas; na quarta-feira (15), a dupla sertaneja Felipe e Falcão; na quinta-feira (16) a dupla reconhecida nacionalmente Fernando & Sorocaba e, para encerrar a festa, na sexta-feira (17), o grupo de pagode Raça Negra. Todas as apresentações acontecem a partir das 21h e os ingressos gratuitos estão sendo distribuídos pela prefeitura.

Venda de camarotes


Para aqueles que quiserem participar da festa em locais privilegiados, a Associação Comercial e Industrial de Matinhos (ACIMA) está vendendo ingressos de camarotes coletivos e individuais em sua sede. O telefone para mais informações é o (42) 98855-0408. Conforme o JB Litoral explicou na edição de semana passada, a prefeitura e a ACIMA firmaram um Termo de Cooperação para que a associação ficasse responsável por efetuar a montagem, operacionalização e desmontagem do parque de diversões e do circo durante todos os dias do evento.

Para o custeio das atrações, a ACIMA estava autorizada a vender dois camarotes anexos ao pavilhão de shows e a praça de alimentação situada ao lado oposto do palco e, ainda, inserir publicidade na estrutura da festividade. O valor cobrado pela associação ficou entre R$ 50 e R$ 100 por pessoa, dependendo do show, e R$ 2 mil por um camarote para 10 pessoas durante todos os dias da comemoração.

Além disso, o evento também foi realizado em parceria com a Agência de Desenvolvimento do Turismo Sustentável do Litoral do Paraná (Adetur), que assinou Termo de Colaboração com a prefeitura para executar a montagem, manutenção preventiva e corretiva, bem como a desmontagem da estrutura do pavilhão; dois camarotes e palco para apresentação dos shows; banheiros químicos; iluminação; sonorização; grades de contenção; geradores de energia; além da realização da cobertura do evento em mídia televisiva.

Festa custará mais de R$ 1.4 milhões


Para isso, o Poder Executivo fez a transferência de R$ 693.360 mil para custear as despesas citadas. O JB Litoral questionou a prefeitura e a Adetur sobre quais emissoras de televisão foram contempladas para realizarem a transmissão do evento, quais critérios foram utilizados para a escolha e o valor pago a cada uma. No entanto, até a conclusão desta reportagem, não houve respostas.

Já para os shows, a prefeitura contratou todos por inexigibilidade de licitação e pagou o valor total de R$ 743 mil pelas sete apresentações principais. Mas, além dos artistas renomados, também foram contratados 15 artistas locais para se apresentarem na festividade, com caches entre R$ 500 a R$ 4 mil. Entretanto, ainda não foi publicado os valores totais destas contratações.

Com isso, é possível afirmar que a festa de aniversário de 55 anos de Matinhos terá custo superior a R$ 1.436.360,00 milhão dos cofres públicos municipais.

Retomada do turismo


Ao JB Litoral, o secretário municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico, José Luis Ventura Leal, comenta sobre a realização do grandioso evento comemorativo. “A pegada do evento vem nessa linha pós pandemia, pois estamos vindo de um período longo de restrições por conta do coronavírus. Passamos por um susto de uma nova onda no carnaval e, junto com vereadores, lideranças da iniciativa privada, da associação comercial e dos ambulantes, decidimos que naquele momento não investiríamos no carnaval devido às consequências na saúde, mas que investiríamos ao longo do ano”, começa.

Diante disso, a prefeitura decidiu promover o aniversário de 55 anos da cidade. “Matinhos passa por um período de renovação, de grandes investimentos no Litoral, como a engorda da praia, e a nossa proposta foi de fazer esse investimento no turismo com uma grande festa, organização, e que pudesse atrair pessoas para recuperar nossa economia”, diz.

Ele comenta que o município sofreu muito com a pandemia, tanto os empresários quanto a população, que tiveram perdas de ganhos. “Com esses investimentos, esperamos propiciar esse retorno econômico e mostrar que Matinhos está no cenário, oferecendo espaço para receber seu turista”, destaca.

Parceria entre prefeitura, Adetur e ACIMA é novidade


A respeito do investimento milionário na celebração de aniversário, o secretário afirma que o montante dos recursos aplicados é proporcional à expectativa do Poder Municipal em relação à movimentação econômica que o evento irá gerar. 

Ele também avalia como uma novidade a parceria entre a prefeitura, Adetur e ACIMA. “É importante destacarmos que essa parceria foi uma construção que está acontecendo desde o início da gestão, de um relacionamento não só com o empresariado local, mas com as associações e instituições que representam a sociedade civil organizada, quem gera emprego em nosso município. Essa festa é uma ação não só do município, mas em conjunto com a ACIMA e Adetur somando esforços. Isso não é muito comum que aconteça, muitas vezes as associações não dialogam e aqui estamos tendo essa oportunidade, então consideramos uma grande conquista, e temos grande expectativa com relação a isso”, finaliza.

Valores por show

Os contratos de todos os sete shows foram publicados no Diário Oficial de Matinhos, na quarta-feira (8), após a cobrança feita pelo JB Litoral no DQD, na edição de semana passada. Veja o valor pago individualmente a cada artista para a apresentação:

Paulinho Mixaria – R$ 21 mil;

Os Monarcas – R$ 32 mil;

Felipe e Falcão – R$ 40 mil;

Carreiro e Capataz – R$ 60 mil;

Rosa de Saron – R$ 70 mil;

Fernando & Sorocaba – R$ 240 mil;

Raça Negra – R$ 280 mil.