Saúde distribui 500 mil preservativos e oferta testes de HIV e hepatites

Atividades já estão programadas para os dias de folia em Antonina, Paranaguá, Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná.

por Redação JB Litoral
12/02/2015 13:00 (Última atualização: 12/02/2015)

NULL

Distribuição de 500 mil preservativos, blitz educativa e oferta de testes rápidos são algumas das ações feitas no Paraná nesta semana para a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis (DST). A mobilização faz parte da campanha do Governo do Estado que, em parceria com os municípios, quer alertar a população sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce das DST durante e depois do carnaval.

Segundo a superintendente de Vigilância em Saúde, Eliane Chomatas, o público-alvo da campanha são os jovens de 15 a 29 anos.

“Temos registrado um aumento significativo no número de casos de HIV e hepatites nesta faixa etária. Por isso, queremos direcionar o trabalho de conscientização principalmente para este público”, disse Eliane.

No Litoral, os dois hospitais de campanha montados em Guaratuba (Praia Central) e Matinhos (Caiobá) funcionarão normalmente de quinta-feira (12) até quarta-feira (18). Quem quiser poderá fazer gratuitamente os testes rápidos para o diagnóstico de HIV, sífilis e hepatites B e C.

O procedimento é simples e necessita de apenas algumas gotas de sangue retirada do dedo da pessoa. O resultado leva 30 minutos para ficar pronto. Caso o exame dê positivo, o paciente recebe toda a assistência necessária para começar o tratamento na unidade de referência mais próxima de sua casa.

À noite, as ações educativas serão concentradas nas principais festas de carnaval do Estado. Equipes de saúde vão distribuir preservativos e orientar os foliões sobre como evitar a transmissão de doenças.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

De acordo com o coordenador do Programa Estadual de Controle das DST, Aids e Hepatites Virais, Francisco dos Santos, o trabalho é intensificado nesta época porque o carnaval é considerado um período de risco para novas infecções.

“O apelo sexual das festas, aliado ao consumo de bebidas alcoólicas, podem deixar as pessoas mais vulneráveis às formas comuns de transmissão, como o sexo sem preservativo”, explica Santos.

Atividades já estão programadas para os dias de folia em Antonina, Paranaguá, Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná. O objetivo é orientar as pessoas que aproveitarão os desfiles de blocos e escolas de samba, além dos trios elétricos da Matimbanda, da Caiobanda e da Banda de Guaratuba.

No interior do Paraná, ações educativas também serão feitas pelas equipes de saúde com o intuito de conscientizar a população sobre os riscos das DST. As equipes vão estar em parques, praças, calçadões, semáforos e balneários da costa Oeste.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments