Aliados correm de Cida, Ricardo Barros e Maria Victoria, após os escândalos das vacinas e de depoimentos na Polícia Federal

Maximilian Santos JB Gente Deixe um comentário

Boa parte dos filiados do PP pelo litoral paranaense, com quem a coluna conversou, dizem que não irão apoiar a reeleição nem de Ricardo Barros, tão pouco de sua filha, Maria Victoria. O partido na principal cidade da região, em Paranaguá, passa por restruturação após a morte do vereador Nilo Monteiro este ano, por conta das complicações da Covid-19 (que poderia ainda estar vivo, se tivesse tomado a vacina um pouco antes).