Destaques

TCP bate recorde na movimentação de cargas refrigeradas

Por Redação JB Litoral
23/09/2014 23:00 |
Atualizado em 23:00

O TCP (Terminal de Contêineres de Paranaguá), 2º maior terminal de contêineres da América do Sul, atingiu em agosto número recorde na movimentação de cargas refrigeradas (reefer), com 6.507 contêineres, sendo 95% deles destinados à exportação e 5% à importação. O volume representa mais de 162 mil toneladas de carnes.
O número é o maior dos últimos dois anos e reflete, além do crescimento das exportações brasileiras de carnes bovinas, suínas e de frango, a estrutura oferecida pelo TCP para os exportadores, como o maior parque de tomadas reefer entre os portos brasileiros (2.812 tomadas) e o ramal ferroviário com acesso direto ao Terminal.
Juarez Moraes e Silva, diretor superintendente comercial do TCP, informa que o Terminal deve fechar 2014 com a movimentação de 70 mil contêineres refrigerados, valor aproximadamente 15% maior do que no ano anterior.
“O TCP vem trabalhando em parceria com os produtores para oferecer a infraestrutura e a agilidade necessárias para atender o crescimento das exportações brasileiras de congelados, reduzindo os custos em toda a cadeia e o tempo trânsito destas cargas”, destaca Moraes e Silva, lembrando a ampla experiência e tradição do Terminal nesta área. “Ao longo dos últimos anos desenvolvemos parcerias de longo prazo com toda a cadeia de valor do setor, como produtores, processadoras, transportadores e armazéns, com o objetivo de ampliar a exportação de congelados no Paraná”.
Entre as empresas que vem se destacando na exportação de congelados via Paranaguá estão a BRF/Sadia, a JBS, aves e bovinos, as cooperativas UniFrango e as cooperativas vinculadas a Cotriguaçu, bem como os frigoríficos Tyson, Frigoastra e VPR. Entre os principais destinos dos congelados brasileiros estão a Ásia e a Europa.
Sobre o TCP
Segundo maior terminal de contêineres da América do Sul em movimentação de cargas, o TCP foi criado em 1998, quando se tornou concessionário do terminal de contêineres do Porto de Paranaguá, após vencer a licitação realizada pelo governo do Paraná.

Oferecendo serviços de alta qualidade e buscando continuamente excelência operacional, o TCP é atualmente um dos terminais de contêineres mais produtivos do Brasil, possibilitando menor tempo de permanência dos navios no porto.

Após receber um dos maiores pacotes de investimentos privados do setor portuário brasileiro nos últimos anos (R$ 365 milhões em três anos), o TCP atualmente tem capacidade para movimentar 1,5 milhão de TEUs/ano, conta com 320 mil m²de área de armazenagem e oferece três berços de atracação, com extensão total de 879 metros.

O TCP tem como acionistas o fundo de private equity Advent International, a Pattac Empreendimentos e Participações S/A, TUC Participações Portuárias S/A, Soifer Participações Societárias Ltda., Grup Marítim TCB S.L. e Galigrain S.A.

Para mais informações sobre o TCP, visite www.tcp.com.br