Cidades

Câmara de Matinhos aprova em 1ª discussão projeto de Lei que concede reajuste de 2% aos professores

Por Gabriel Santos
26/07/2022 13:23 |
Atualizado em 3 semanas atrás

Em junho desse ano, o JB Litoral trouxe a situação dos professores da rede municipal de ensino de Matinhos que sofrem com o achatamento da tabela salarial. Em várias reuniões junto com o prefeito José Carlos do Espírito Santo (Podemos), o Zé da Ecler, a categoria pedia um ajuste de 14,18% dos vencimentos dos profissionais da educação que atuam no Magistério Municipal.

No entanto, a prefeitura alegou que apenas poderia conceder um reajuste de 2,5%, devido às atuais condições financeiras do município, além de que já estaria aumentando em 13% o valor do benefício do auxílio alimentação.

Nesta última segunda-feira (25), a Câmara de Vereadores da cidade colocou para primeira discussão o projeto de Lei nº 20/2022, de autoria do Poder Executivo, o qual proporciona o aumento nos vencimentos da classe. “É importante frisar que o coeficiente descrito nesta proposta legislativa visa, por um lado, atender os anseios da classe e, por outro, não descumprir os limites orçamentários com os gastos de pessoal”, comentou Zé da Ecler.

O projeto de lei foi aprovado por unanimidade pelos vereadores, porém, a decisão não agradou a direção do Sindicato dos Trabalhadores da Educação Pública do Paraná (APP Sindicato). De acordo com o sindicato, uma comissão técnica será formada com o objetivo de elaborar uma contraproposta em que atenda a reivindicação da categoria.

“A proposta feita pelo prefeito é insuficiente para a atualização da tabela, mas faremos um grupo de trabalho com a assessoria técnica da APP para a análise dos dados e elaboração de uma contraproposta para a recomposição que garanta os 14,18% que ainda faltam. Continuamos na luta em defesa da carreira”, disse a presidente da APP Sindicato de Paranaguá e Litoral, Cida Reis.

A expectativa é que o projeto passe por uma segunda votação na próxima sessão solene prevista para acontecer na próxima segunda-feira, dia 1º de agosto.