Investimentos nos Portos do Paraná chegarão a R$ 2.4 bilhões; mais de R$ 1 bi será alocado pela iniciativa privada


Por Gabriel Santos Publicado 23/05/2022 às 18h05 Atualizado 17/02/2024 às 09h10

Com índice de 76% dos investimentos planejados já alcançados, a captação de recursos para construção de projetos voltados à melhoria na infraestrutura nos portos do Paraná é, de acordo com o governo Federal, a melhor entre o setor portuário nacional.

Segundo a empresa pública, os portos paranaenses deverão receber R$ 2.4 bilhões de recursos nos próximos dois anos. Desse montante, cerca de R$ 1.5 bilhão são resultados dos aportes financeiros alocados pela iniciativa privada, seja nas obras de ampliação da capacidade de estoque da produção de grãos no terminal portuário Dom Pedro II, como na construção da Nova Ferroeste e do Moegão. As duas obras compõem o projeto de ampliação do Corredor Leste de Exportação do Porto de Paranaguá.

Entre as outras ações, está o arrendamento da área PAR01 para armazenagem de celulose pela Klabin, que prevê um investimento de R$ 120 milhões. Já no setor logístico de veículos, a empresa Ascensus investirá R$ 22 milhões na construção de um pátio PAR12 destinado à circulação de veículos.

A última área a ser leiloada na Bolsa de Valores de São Paulo, a PAR32, foi arrematada pelo Grupo Fortesolo por R$ 30 milhões. O espaço comprado pode ser utilizado no armazenamento de cargas em geral ou açúcar. Segundo o acordo firmado entre a empresa e a Portos do Paraná, a FTS Participações Societárias se comprometeu a investir pelo menos R$ 41 milhões nos próximos 10 anos.

“Graças ao compromisso do Governo do Estado, ao alto nível técnico dos nossos funcionários e ao trabalho incansável da comunidade portuária, alcançamos esse índice na execução dos investimentos planejados”, disse o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia da Silva

Antonina

Na cidade capelista, a empresa pública pretende melhorar a estrutura do acesso viário do Porto de Antonina. Já no Porto da Ponta do Félix, novos silos foram construídos a fim de comportar a produção de cevada para cervejarias com distribuição a nível nacional . Os investimentos estão na casa dos R$ 40 milhões.

Com informações da AEN

Notícias

Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes inaugura serviço de puericultura para bebês em Matinhos


A Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes, em Matinhos, inaugurou, na última sexta-feira (5), o serviço de consultas de Puericultura para…


A Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes, em Matinhos, inaugurou, na última sexta-feira (5), o serviço de consultas de Puericultura para…