Sistema espanhol inédito no Brasil é adotado para modernizar a gestão em Paranaguá


Por Redação Publicado 08/08/2022 às 17h45 Atualizado 17/02/2024 às 14h46

Um ambiente virtual que reúne todas as informações dos efeitos em cadeia no porto, desde o tráfego de caminhões até as condições do mar, para que a tomada de decisões seja mais rápida e adequada. Esse é um sistema que está sendo adotado pela empresa pública Portos do Paraná. O diretor-presidente, Luiz Fernando Garcia da Silva, comenta que essa é mais uma iniciativa que está sendo realizada para a modernização do porto.

A solução está sendo desenvolvida em cooperação técnica com a Fundación Valenciaport, da Espanha, de forma inédita no Brasil. É o sistema Port Collaborative Decision Making, usando a experiência do Porto de Valência, mas com adaptações para a realidade local. O valor do investimento ainda não foi finalizado, uma vez que o projeto está sendo construído e recebendo sugestões de operadores e outros parceiros portuários.

Segundo Garcia da Silva, hoje há casos de sobreposições de sistemas ou mesmo informações em lugares diferentes, que precisam ser reunidas para melhor compreensão de cenários. Assim, o modelo espanhol é apontado como uma aposta inteligente para otimizar a operação portuária. Além do módulo de gestão, tem também um Sistema de Comunidade Portuária (Port Community System-PCS), que deve ser o primeiro do Brasil.

O Port Collaborative Decision Making (PortCDM) está em fase de teste e prevê o gerenciamento das operações marítimas em tempo real, que tem como objetivo otimizar o fluxo das operações e a troca de informações entre os atores envolvidos no processo de entrada e saída de navios nos Portos do Paraná (Praticagem, rebocadores, amarradores, Anvisa, Receita Federal). E envolve a capacitação de 40 gestores portuários

É uma ferramenta voltada ao segmento da navegação, que permite o intercâmbio de dados entre os diversos atores envolvidos em diferentes escalas, melhorando o conhecimento da real situação das operações, uma vez que cada agente tem ciência das informações que são pertinentes e relevantes ao seu processo em particular e compartilha com os demais seus eventos. A troca de informações facilita o planejamento dos agentes, fornecendo ferramentas para gerar estimativas precisas de eventos futuros e necessidades de recursos com antecedência.

Já o Port Community System (PCS) é uma plataforma eletrônica de troca de dados entre a comunidade portuária. O sistema busca conectar múltiplos sistemas usados por diferentes organizações envolvidas na atividade, integrando as informações de toda cadeia logística, promovendo eficiência por meio da redução de tempos e custos.

Notícias

Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes inaugura serviço de puericultura para bebês em Matinhos


A Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes, em Matinhos, inaugurou, na última sexta-feira (5), o serviço de consultas de Puericultura para…


A Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes, em Matinhos, inaugurou, na última sexta-feira (5), o serviço de consultas de Puericultura para…