Paranaguá

Nova UPA é inaugurada e começa a atender ao público na próxima quarta-feira (10)

Na sexta-feira (5), Paranaguá inaugurou sua nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA) “João Pereira”, no bairro Estradinha. A unidade de saúde fica no mesmo local que a UPA anterior a qual, na realidade, se tratava de um posto de saúde.

A reforma e ampliação do local foi iniciada em dezembro de 2019, com a assinatura da licitação. Logo em março do ano seguinte o mundo foi assolado pela pandemia de coronavírus, que fez com que a obra demorasse mais que o previsto para sua conclusão.

Finalmente, a partir desta quarta-feira (10), a UPA já poderá ser utilizada pelos moradores. “Foi uma das obras mais difíceis que tivemos no município, primeiro tinha que ser feito o projeto, porque a antiga não era UPA, era um posto de saúde inacabado, entregue em 2016, no meio de uma epidemia de dengue, às pressas. Infelizmente, o posto estava com várias dificuldades no acesso das pessoas, parte hidráulica, elétrica, não tinha sala validada para fazer raio-x”, diz o prefeito Marcelo Roque (Podemos).

O novo prédio conta com consultórios, sala de raio-x, 2.300 metros quadrados de área total, ala pediátrica e adulta, além de setor de urgência e emergência, entre outros espaços e serviços. A unidade será gerenciada pela Fundação de Assistência à Saúde de Paranaguá (Fasp), com supervisão da secretaria municipal de Saúde (Semsa).

Nova UPA é inaugurada e começa a atender ao público na próxima quarta-feira (10), JB Litoral - Notícias de Paranaguá, Guaratuba, Morretes, Guaraqueçaba e litoral do Paraná
Nova UPA contará com ala pediátrica. Foto: Prefeitura de Paranaguá

R$ 14.5 milhões em obras


O valor total da obra chega a R$ 14.5 milhões, como explica Marcelo Roque. “Foi R$ 9.5 milhões só a parte do prédio, mais R$ 1.5 milhão com mobiliário e equipamentos, e mais R$ 3.5 milhões para o funcionamento a partir de agora com alimentação, materiais etc. Foi um investimento do Município que, com a ajuda da Câmara, fez um empréstimo na Caixa Econômica para essa grande obra”, informa.

O prefeito ressalta, ainda, que devido às falhas da antiga UPA, a prefeitura tem sido penalizada até hoje pelo Governo Federal. Ele comenta que em meados de 2016, a Câmara Municipal constatou que a obra não era condizente com o que havia sido informado no projeto à época.

Recentemente, recebemos uma demanda do Ministério da Saúde questionando a respeito das verbas recebidas naquele tempo para a construção da UPA. Agora, teremos que justificar tudo o que foi feito nos anos passados”, diz Marcelo, que está à frente da prefeitura desde 2017.

Agora, o principal objetivo do Poder Municipal é garantir que, com a nova UPA, de porte 3 (a maior), a saúde no município avance em qualidade e eficiência. A Unidade de Pronto Atendimento é responsável pelos atendimentos de urgência e emergência, 24 horas por dia, sete dias na semana. No local, são atendidos casos, como por exemplo, de cortes, fraturas, traumas, infartos e derrames.

O atendimento tem que ser de 1ª”, diz Marcelo Roque


Para a unidade ser considerada de porte 3, ela precisa ter, no mínimo, 15 leitos de observação, 4 leitos de urgência, capacidade de atender até 450 pacientes por dia, e 6 médicos. Além disso, é necessária uma população de 200 a 300 mil habitantes em sua área de abrangência.

Tenho frisado com a Fasp e Semsa que o atendimento na nova UPA tem que ser de primeira, porque não adianta termos esse espaço maravilhoso e não termos o atendimento adequado”, finaliza Marcelo Roque.

Do início do ano até o momento, a Fasp já contratou 24 novos médicos e está com edital aberto para a contratação de mais um. Parte dos profissionais deverão atuar na UPA. “Tudo é pensado e preparado na saúde porque há preocupação com o atendimento, com o cidadão que busca os serviços. Paranaguá está de parabéns, com certeza essa UPA vai atender melhor a população”, destaca a diretora geral da Fundação de Assistência à Saúde, Everllin Guiguer.

Nova UPA “João Pereira


João Pereira é pai da primeira dama e secretária municipal de Gabinete Institucional Amanda Cristina Pereira Roque. Comerciante e marceneiro, nasceu na cidade de Araquari, em 1930, mas escolheu Paranaguá como cidade para viver.

Ao longo de sua vida, travou uma batalha contra o diabetes e precisou, por inúmeras vezes, usufruir do Sistema Único de Saúde (SUS). No entanto, faleceu há cerca de 20 anos, devido às complicações da doença.

Nova UPA é inaugurada e começa a atender ao público na próxima quarta-feira (10), JB Litoral - Notícias de Paranaguá, Guaratuba, Morretes, Guaraqueçaba e litoral do Paraná
Na foto, em primeiro plano, da esquerda para a direita: Brayan Roque e Brenda Roque, filhos de Marcelo Roque; Amanda Roque, secretária da Gabinete Institucional, esposa de Marcelo Roque e filha de João Pereira; e o prefeito Marcelo Roque. Foto: Prefeitura de Paranaguá

Durante a inauguração da UPA, a neta, Brenda Roque, bastante emocionada, destacou as boas lembranças e o exemplo deixado por João Pereira “Apesar do pouco tempo de convívio em decorrência do seu falecimento, as marcas e ensinamentos deixados pelo meu avô repercutiram na formação do caráter da família. Me orgulho profundamente dele e de poder guardar apenas boas lembranças do meu avô, um homem bom, de caráter e um exemplo para nós”, disse.

UPA que não era UPA


O antigo Pronto Atendimento de Paranaguá, na Estradinha, conhecido como UPA Baduca, foi entregue em abril de 2015 e, de lá para cá, sempre apresentou problemas de ordem construtiva, como informa a prefeitura. “Havia defeitos relacionados à estrutura, como rachaduras, recalques de fundação, instalações prediais que não funcionam adequadamente, como a rede de esgoto, rede elétrica, rede de gases medicinais, dentre vários outros problemas identificados”.

Devido aos problemas estruturais e a falta de atendimento de urgência e emergência, o local nunca se enquadrou nas exigências do Ministério da Saúde. Uma verdadeira UPA 24h oferece estrutura simplificada, com raio-x, eletrocardiografia, pediatria, laboratório de exames e leitos de observação.

Além disto, o município que constrói uma UPA e a habilita como Unidade Gestora recebe milhões de reais do Governo Federal destinados ao custeio com sua manutenção. Desta forma, a partir de agora, Paranaguá deverá ser beneficiada com recursos federais para a manutenção da nova Unidade de Pronto Atendimento.

Nova UPA é inaugurada e começa a atender ao público na próxima quarta-feira (10), JB Litoral - Notícias de Paranaguá, Guaratuba, Morretes, Guaraqueçaba e litoral do Paraná
Obras duraram cerca de 2 anos e meio. Foto: Prefeitura de Paranaguá