Paranaguá conta com novo sistema de sinalização, mas o vandalismo tem atrasado a conclusão do projeto

por Redação JB Litoral
02/09/2020 20:42 (Última atualização: 02/09/2020)

Placa atual no Centro de Paranaguá

Por Gabriela Vizine

A Prefeitura de Paranaguá, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo (SEMUR), conta com um novo projeto para realizar o mapeamento da cidade, que compreende a atualização e inclusão de placas em cruzamentos e vias do município. Há menos de um ano, o sistema tem identificado a sinalização local e auxiliado em sua manutenção, porém, a SEMUR afirma que está preocupada com a ação de vândalos.

As novas placas estão sendo instaladas nos bairros por meio de um sistema tecnológico chamado Street View, que utiliza um veículo com câmera especial para percorrer as ruas do município. O sistema analisa o tipo e modelo das placas e verifica suas condições, bem como a dos postes, por geolocalização. Desta forma, o programa realiza a leitura e permite a fiscalização e identificação daquelas que estão em más condições, como esbranquiçadas, tortas ou quebradas, para a realização de trocas.

Paranaguá conta com novo sistema de sinalização, mas o vandalismo tem atrasado a conclusão do projeto 1
Os círculos verdes no sistema indicam placas arrumadas, já as vermelhas precisam ser alteradas. Foto/Gabriela Vizine/JB Litoral

Após verificar as informações colhidas, o Street View, junto a uma central de monitoramento, organiza os dados. Já na prefeitura, caso haja necessidade, são realizadas correções. “Analisamos se houve algum erro no nome ou CEP, por exemplo, e depois retornamos, a correção, à empresa que confeccionará a placa. É um trabalho minucioso, e todas as placas possuem códigos”, diz o secretário de Urbanismo, Koiti Cláudio Takiguti. 

Depois de todo esse procedimento, um fiscal da equipe checa a instalação. “Além disso, temos cuidado também em relação às informações que constam nos decretos urbanos no que diz respeito às placas”, observa o superintendente de Urbanismo, Paulo Godinho.

Paranaguá conta com novo sistema de sinalização, mas o vandalismo tem atrasado a conclusão do projeto 2
Sistema anexa fotos do antes e depois da sinalização instalada. Foto/Gabriela Vizine/JB Litoral

VANDALISMO

Além de toda a logística para manter a sinalização em ordem, a equipe precisa se atentar para realizar um trabalho que impeça e/ou dificulte a ação dos vândalos. Por isso, existe uma preocupação com relação à altura das placas, que são instaladas com o objetivo de conter o vandalismo. Vale destacar que, de acordo com o Código Penal Brasileiro, a depredação de bens públicos e de uso coletivo é considerado crime contra o patrimônio público.

“Temos um grande problema que é o vandalismo. Nós já temos várias placas tortas e amassadas, e observamos que a grande maioria foi causada por vândalos”, conta Takiguti. O secretário também acrescenta que todo o cuidado é indispensável para não atrasar os serviços. “É importante que cuidem, pois ainda temos um grande número de ruas para atender e, com a necessidade de intervenções por conta do vandalismo, não conseguimos avançar”, pontua.

Ele destaca que a destruição também gera prejuízo aos cofres públicos e coloca a vida da população em risco, uma vez que a falta de sinalização nas ruas pode acarretar acidentes de trânsito. “É uma questão de mobilidade, é muito essencial esse cuidado”, conclui Paulo Godinho.

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments