Suspeito de matar o padrasto em 2014 é preso por tentativa de assalto

por Redação
15/02/2021 06:00 (Última atualização: 2 semanas atrás)

Alex Sandro, quando foi preso em 2014

Permanecia internado no Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá, na tarde de domingo, 14, Alex Sandro da Costa Braga, de 37 anos. Ele foi parar na unidade de saúde na madrugada de sábado, 13, depois de invadir uma casa na Rua Nestor Victor, João Gualberto.

O caso foi registrado pela Polícia Militar, a qual, ao chegar no local, encontrou o suspeito dominado pelo proprietário da moradia, que informou que Alex havia entrado na residência para a prática de roubo. Segundo o que foi apurado pela PM, a vítima, de 49 anos, se encontrava na sala da moradia com o filho de 12 anos, quando o suspeito apareceu usando uma máscara e com uma faca e o facão nas mãos.

Por volta da 1h20, a Polícia Militar foi informada da situação por uma vizinha, que viu o filho da vítima gritando por socorro no muro. De imediato uma equipe policial foi ao local e o menino abriu o portão. Em seguida, os militares encontraram o suspeito, nos fundos do imóvel, em vias de fato com o proprietário do imóvel, que já o estava imobilizando.

A vítima contou que o suspeito avançou na direção dele e de seu filho, com intuito de feri-los, momento em que teve início uma luta corporal. Na briga, os dois homens acabaram sofrendo ferimentos de arma branca e, então, foi acionado o Samu, para atendimento. Eles acabaram encaminhados ao Hospital Regional do Litoral.

Após o atendimento médico, a vítima e seu filho foram conduzidos ao plantão da Delegacia Cidadã, para a elaboração do boletim de ocorrência e apresentação da situação à autoridade policial para os devidos procedimentos, enquanto Alex Sandro ficou internado, sob custódia da Polícia Militar.

Assim que receber alta, Alex Sandro deverá ser encaminhado à Delegacia Cidadã, para responder pelo crime de tentativa de roubo. Segundo o que foi apurado pela polícia, ele já tinha histórico criminal por homicídio qualificado, furto e invasão de domicílio.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

HOMICÍDIO

Em março de 2014, Alex Sandro foi preso, acusado de matar o padrasto com uma facada no pescoço. O crime teria sido motivado pelo fato da vítima, identificada como Roberto Rosina Nascimento, de 34 anos, não o querer em casa por ser usuário de drogas e estar furtando objetos da moradia.

Alex Sandro estava em liberdade desde de fevereiro de 2020, aguardando julgamento que deveria ocorrer em março do mesmo ano, mas que não aconteceu devido a pandemia do Co-vid-19.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments