Paranaguá

Nossa Senhora do Rosário, a Padroeira de Paranaguá, e sua batalha em defesa da fé

Por Brayan Valêncio
26/09/2021 18:12 |
Atualizado em 18:17

A Festa de Nossa Senhora do Santíssimo Rosário, Padroeira de Paranaguá, realizada no dia 7 de outubro, é um dos principais eventos religiosos do Calendário Oficial do Município da maior cidade do litoral. Além da celebração religiosa, a data marca a homenagem de uma das mais importantes narrativas do século XIV.

A história de Nossa Senhora do Rosário é conhecida por uma batalha em defesa da fé cristã na Europa, no ano de 1571. Diante da ameaça de invasores turco-otamanos no continente europeu, os reis da época se uniram ao Papa Pio V, para defender o território, no evento conhecido como Batalha de Lepanto. O pontífice pediu a todos os soldados para confessarem e jejuarem antes do combate e motivou aos cristãos que rezassem o Santo Rosário suplicando a proteção de Maria Santíssima diante de tão grande combate.

Os cristãos saíram vitoriosos e essa conquista foi tida por todos como um verdadeiro milagre, já que os fiéis eram minoria no combate. Tal resultado é visto como uma graça alcançada pela intercessão da Virgem Maria, que recebeu o título de Nossa Senhora do Rosário.

Quando os portugueses chegaram na cidade, no ano de 1578, trouxeram com eles essa devoção e construíram uma capela dedicada à Santa Padroeira que havia garantido a vitória. E assim, em volta da fé, cresce a Vila de Nossa Senhora do Rosário, hoje, Paranaguá.

Celebrar a Festa de Nossa Senhora do Rosário, a cada ano, é fazer memória da história do município. É preservar a cultura local e histórica e também a espiritualidade. É manter vivo todo o patrimônio cultural e religioso.

Padre Emerson Zella e festa da Padroeira

O pároco da Catedral Diocesana, padre Emerson Zella, explica que há alguns passos que são seguidos antes do dia da Festa de Nossa Senhora do Santíssimo Rosário. “Para preparar o dia da festa, realiza-se um novenário, ou seja, 9 dias de oração, celebração de missas, terços, confissões, adorações e louvores. O novenário tem sempre seu início no dia 28 de setembro“, explica.

Apesar do avanço da vacinação e da queda em internações e mortes, ainda é preciso manter os cuidados sanitários. “Este ano, as celebrações acontecerão às 19h30. Respeitando os protocolos necessários para o enfrentamento da covid-19. Também terá transmissões pelo Facebook da Diocese de Paranaguá e também da Catedral Diocesana“, comenta o Padre Emerson.

Ainda segundo o pároco, outras ações aproximaram os fiéis da instituição ao longo da programação. “Realizamos também atividades sociais, como a feijoada que será servida no dia 03 de outubro, no valor de 40,00 reais e serve 2 pessoas. Todas as noites também tem sorteios de imagens e artigos religiosos para os festeiros, graças ao grupo de pessoas e famílias que apadrinham a festa com doações. Além disso, no dia 07, pela manhã, haverá missa às 10h, e à noite, às 18h30, ocorrerá a procissão, seguida pela missa de encerramento“, conclui.