Destaques

Vereador Lucídio é operado, vence o câncer e ressalta importância do exame de próstata

Por Redação JB Litoral
11/08/2014 21:00 |
Atualizado em 21:00

Em sessão realizada no último dia 16 do mês passado, na Câmara Municipal de Morretes, o vereador Lucídio Lopes de Araújo Netto (PDT), realizou um discurso emocionado no plenário da Casa Legislativa. Ele falou da cirurgia feita recentemente, que pôs fim a neoplasia maligna na próstata, ou seja, câncer de próstata, doença que preocupou o vereador nos últimos meses, porém foi vencida com a cirurgia. 

Alegando que não poderia deixar de falar sobre o assunto, o vereador afirmou que lutou severamente contra a doença nos últimos meses, ficando abalado com a situação e com o fato de ter que passar pela cirurgia. “Gostaria de deixar meus agradecimentos às igrejas, à todos que oraram por mim, e principalmente à Deus”, afirmou o legislador, agradecendo também os vereadores Elói Nogueira (PSDB) e Luciano Cardoso (DEM) que estiveram junto com ele num culto ecumênico. “Nesta ocasião o Pastor da Igreja falou que por mais uma vez que a ferida seria fechada, no meio de diversas pessoas e o pastor escolheu justamente este vereador para recitar estas palavras”, completou.

Ressaltando sobre o problema da doença, que, segundo ele, foi verificada sem nenhum alarde, uma vez que o vereador levava uma vida normal, “sem saber do risco que estava correndo”, Lucídio afirmou que “foi Deus que o colocou na cabeça quando em certa oportunidade, quando foi realizar um simples exame no intestino e solicitou prontamente um check-up geral, onde se evidenciou no exame de PSA (relativo ao homem e o câncer de próstata) um número fora do comum”, algo que indicava a neoplasia na próstata.

De acordo com o vereador, o médico afirmou que a possível causa da doença pode ter sido o estresse, visto que o legislador não possuía na família nenhum membro com a doença. Após verificar o câncer, ele realizou a cirurgia e foi “um sucesso, eliminando por completo a doença que se instaurava e evitando a possibilidade de tratamentos como a radioterapia e a quimioterapia”, contou, agradecendo a todos que mandaram energias positivas para ele, especialmente sua família.

O vereador aproveitou para ressaltar a importância do exame de toque aos homens para a detecção do câncer de próstata: “Cerca de 90% dos homens ainda tem preconceito em realizar o exame de toque, e se este fosse o meu caso eu nunca descobriria a existência desta doença que me acometeu”. Finalizando, o vereador agradeceu a Deus, e pediu para que o preconceito com relação ao exame seja deixado de lado, para que assim todos os homens cuidem devidamente de sua saúde.