APPA deve gastar cerca de R$ 274 milhões em dragagem na gestão Beto Richa

por Redação JB Litoral
18/08/2015 15:00 (Última atualização: 18/08/2015)

NULL

No último mês, a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA) anunciou, através do Processo N° 01/2015, o lançamento de Concorrência Pública Internacional para contratação de empresa que executará serviços de dragagem de manutenção do canal do canal de acesso, bacia de evolução e berços do cais comercial do porto de Paranaguá. O valor da dragagem está orçado em R$157.736.362,52 milhões e deverá ter uma proposta validada em 180 dias. Com isso, desde 2011, na gestão do governador Beto Richa (PSDB), a APPA totalizará cerca de R$274 milhões destinados à dragagem. 

O primeiro processo de Richa foi feito em 2011, quando na gestão do ex-superintendente Airton Vidal Maron, a então autarquia investiu R$2,5 milhões na dragagem emergencial de 14 berços de atracação. O processo foi feito pela companhia holandesa Van Oord. Segundo a APPA, na época, uma draga com 4,9 mil metros cúbicos de capacidade de cisterna retirou cerca de 110 mil metros cúbicos de sedimentos dos 14 berços de atracação do cais comercial.

Em 2013, já na gestão do atual superintendente Luiz Henrique Dividino, a APPA investiu R$115 milhões em dragagem, atingindo a bacia de evolução, os berços de atracação e os canais de acesso aos portos de Paranaguá e Antonina, feita pela draga chinesa Xin Hai Niu. Na época, em fase inicial, a obra tirou cerca de 1,3 milhão de metros cúbicos de sedimento nas bacias 1, 2 e 3 de evolução, assim como dragou os canais de acesso dos complexos portuários de Antonina e Paranaguá.
No último mês de julho, a APPA demonstrou continuar sua política de usar recursos próprios para a dragagem da APPA, quando anunciou concorrência em valor estimado de mais de R$157 milhões. Do dia 15 de julho até o dia 27 de agosto, a concorrência pública internacional da APPA está em fase de questionamento, onde as empresas ainda estão apresentando propostas para efetuarem a dragagem no porto. O critério de julgamento para escolha de proposta será o de menor preço, demonstrando que o valor orçado pode mudar no final do processo.

Em junho desse ano, a Secretaria de Portos (SEP) do Governo Federal da presidente Dilma Rousseff (PT) anunciou o RDC Eletrônico SEP/PR nº05/2014, referente à dragagem do porto de Paranaguá, sendo que o objeto do certame foi adjudicado à empresa DTA Engenharia Ltda pelo valor de R$ 394.291.082,30. A adjudicação e homologação do processo licitatório ocorreu no dia 26 de junho e em breve deve ser anunciado oficialmente pela SEP. Com o investimento da União de cerca de R$394 milhões, em apenas um processo, o Governo Federal irá gastar mais do que o Estado gastou na dragagem dos portos paranaenses em cinco anos.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

 

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments