Avenida Ararapira continua estrada de chão de terra em Guaraqueçaba

NEM ASFALTO NEM CONCRETO

por Redação JB Litoral
27/01/2017 18:45 (Última atualização: 27/01/2017)

Avenida Ararapira continua estrada de chão de terra em Guaraqueçaba

Alvo de ação na justiça desde 2013, pela não conclusão da obra de colocação da pavimentação asfáltica na gestão do Ex-prefeito Haroldo Salustiano de Arruda (DEM), o Haroldo Barriga, a Avenida Ararapira ainda está sem concluir a pavimentação com blocos de concreto sextavado da gestão de Lilian Ramos Narloch (PSDB) encerrada no final de 2016.

Sem asfalto e sem concreto, a avenida continua a mesma estrada com grande parte de sua extensão ainda de chão de terra. Sem conclusão e perfeita colocação da rede de drenagem com trechos de manilhas fechadas pelo mato e outras amontoadas pela via pública, a obra é o retrato do desperdício e negligência com o recurso público, pago pelos impostos dos contribuintes.

Avenida Ararapira continua estrada de chão de terra em Guaraqueçaba 2Manilhas que seriam usadas estão esquecidas na rua e no mato.
 

O contrato foi assinado em abril de 2016, com vencimento previsto para fevereiro deste ano e a obra deveria ter sido entregue dois dias após o Natal do ano passado. Entretanto, ela está paralisada e sem previsão de entrega à população.
 

Avenida Ararapira continua estrada de chão de terra em Guaraqueçaba 3Da rede de drenagem restaram manilhas enterradas no mato. Foto/JB

Responsável pela execução, a empresa ACE Terraplenagem Ltda – ME, firmou o compromisso de executar os serviços de terraplenagem, drenagem pluvial, pavimentação com blocos de concreto sextavado e sinalizações viárias na avenida, totalizando 17.979,75 metros quadrados de serviços pelo valor de R$ 1.740.000,00. Os recursos fazem parte do convênio nº 809372/2014-Pav firmado entre a prefeitura e o Ministério das Cidades.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

 

Avenida Ararapira continua estrada de chão de terra em Guaraqueçaba 4Sinalização colocada no meio do mato, sem rua e calçada. Foto/JB

A reportagem do JB esteve no trecho de chão de terra da Avenida Ararapira e constatou o estado de abandono dos serviços e o desperdício de material. Até mesmo a placa de sinalização de trânsito está colocada no meio do mato e as manilhas estão despejadas em valetas com grandes intervalos entre elas, quase todas entupidas.

Moradores da região disseram que a empresa abandonou a obra porque não estava sendo paga pela prefeitura e restou apenas uma casa, onde ainda permanece um funcionário cuidando do que sobrou do material. Informação esta que o JB irá verificar junto à empresa e à prefeitura nesta semana. Veja o estado da obra.

 

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments