Economia e Emprego

Governo Federal prevê táxi sem motorista com tecnologia 5G

Por Redação
10/03/2021 20:38 |
Atualizado em 20:40

A tecnologia de internet 5G, uma evolução natural das gerações do 3G e 4G, que já foi às ruas de países de primeiro mundo é algo que o Governo Federal prevê para o Brasil a partir de 2022.

É o que garantiu o Ministro das Comunicações, Fabio Faria, no Programa Voz do Brasil nesta terça-feira (09) feito em rede nacional.

Governo Federal prevê táxi sem motorista com tecnologia 5G, JB Litoral - Notícias de Paranaguá, Guaratuba, Morretes, Guaraqueçaba e litoral do Paraná
Ministro prevê 5G nas capitais até 2022

“Teremos táxi, por exemplo, sem motorista funcionando e todas as cabeças produtivas se comunicando, desse a plantação até a entrega final, tudo vai estar conectado”, disse o ministro.

Em novembro do passado, um táxi sem motorista fez uma curta viagem de demonstração com o vice-governador de Tóquio e outros passageiros, que percorreram 200 metros em vias públicas no distrito central de Shinjuku.

A gigante das telecomunicações KDDI e quatro outras empresas desenvolveram a cabine autônoma que usa tecnologia 5G de última geração para aumentar a segurança.

O carro usa 5G para enviar imagens ao vivo de seus arredores para um centro de monitoramento remoto. Uma das empresas envolvidas disse que isso ajuda a manter o veículo seguro, mesmo no trânsito pesado.

5G nas capitais até julho de 2022

De acordo com o Ministro das Comunicações, a tecnologia estará disponível em todas capitais brasileiras até julho de 2022. O edital para o leilão do 5G foi aprovado dia 25 de fevereiro pelo Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Essa tecnologia permite o tráfego de dados até 100 vezes mais rápido que o padrão de quarta geração (4G), por utilizar um espectro de rádio mais abrangente, o que permite que mais aparelhos móveis se conectem simultaneamente, com mais estabilidade do que as redes atuais.

Além disso, a tecnologia favorece a uso de ferramentas inteligentes, interconexão de equipamentos e máquinas em tempo real e da chamada Internet das Coisas (IoT).

Com informações da Agência Brasil e Portal www.tododia.jp