Suspeito de matar mulher a tiros e ferir homem morre em confronto com a PM


Por Redação Publicado 04/07/2022 às 11h20 Atualizado 17/02/2024 às 11h54

Na cidade de Pontal do Paraná, a noite de doming (3) foi violenta. Uma mulher foi assassinada e um homem foi ferido a tiros dentro de uma casa, no balneário Grajaú. Logo depois, um dos suspeitos do homicídio morreu ao entrar em confronto com a Polícia Militar no balneário Ipanema.

Tudo começou por volta das 18h30, quando policiais militares foram informados por populares de que, na rua Sergipe, balneário Grajaú, teriam sido ouvidos os estampidos de vários disparos de arma de fogo em um local conhecido por ser ponto de venda de entorpecentes e que, na sequência, dois suspeitos foram vistos fugindo do local de bicicleta.

Logo depois, os militares chegaram até uma casa onde encontraram Marilisa Seressuelo Porpiglio, de 36 anos, em óbito, com ferimentos de tiros na cabeça e, próximo ao corpo, cartuchos de munição calibre 9mm. Durante as diligências, em um dos quartos foram encontradas marcas de disparo de arma de fogo na porta e, na sequência, averiguado que havia outra vítima.

Um homem de 34 anos, que estava na residência com a mulher, conseguiu escapar dos atiradores depois de ser alvejado com dois tiros na mão. Ele informou que a residência foi invadida por dois rapazes e que, quando percebeu que um deles estava armado, fugiu e que, neste momento, acabou alvejado.

O homem foi encaminhado para atendimento médico e o local da morte isolado para análises da Polícia Científica, a qual verificou que a mulher morreu segurando um saco plástico contendo porções de cocaína e crack.

CONFRONTO

Na sequência das diligências, policiais militares da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel) descobriram que um dos autores do homicídio seria Marcos Gustavo Ribeiro, de 19 anos, com passagem pela polícia por tráfico de drogas.

Por volta das 21h30, os policiais foram até o endereço do suspeito, na rua Charles Miller, balneário Leblon, e foram recebidos a tiros pelo rapaz. No revide, “Gustavinho”, como o jovem era conhecido, acabou baleado. Uma equipe do Samu foi chamada em seguida, mas ele não resistiu aos ferimentos.

O local foi isolado para as análises da perícia e, posteriormente, o corpo do rapaz, assim como o de Marilisa, foi recolhido pelo IML de Paranaguá para exames complementares. Com Marcos foi encontrada uma pistola calibre 9mm, com dois projéteis deflagrados, recolhida para ser periciada.

Equipes da Polícia Civil também se deslocaram ao lugar das mortes para dar início às investigações. O outro suspeito de envolvimento no homicídio de Marilisa não foi encontrado.

Notícias

Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes inaugura serviço de puericultura para bebês em Matinhos


A Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes, em Matinhos, inaugurou, na última sexta-feira (5), o serviço de consultas de Puericultura para…


A Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes, em Matinhos, inaugurou, na última sexta-feira (5), o serviço de consultas de Puericultura para…