Turismo

Credibilidade forma o caráter de um jornal!

Por Redação JB Litoral
03/09/2014 18:50 |
Atualizado em 18:50

A campanha “Jornal. Está em tudo”,lançada pela Associação Nacional de Jornais (ANJ) no 10º Congresso Brasileiro de Jornais na semana passada, mostrou que as pessoas buscam a leitura no jornal, a fonte de informação de maior credibilidade no país e no mundo. Mesmo com o advento da informação digital, que se tornou uma ameaça para o setor gráfico e não para os jornais, é lógica a opinião do diretor-executivo da Associação Nacional de Jornais (ANJ), Ricardo Pedreira, ao afirmar que “os jornais impressos ainda são os campeões de credibilidade”.

Vale dizer que esta campanha foi baseada num levantamento feito pela agência de publicidade Lew’Lara/TBWA, que mostrou que a credibilidade dos jornais continuam sendo a melhor fonte de informação e, hoje, servem de base as demais fontes que interagem nasredes sociais e no dia a dia da sociedade, que entre amigos e empresários.

Hoje a informação impressa ultrapassa o papel e se estende a outras plataformas, desde a internet, tablets e smartphones. O diretor-executivo da ANJdefende que o leitor tem a percepção de que a informação impressa no jornal “é fruto de um trabalho profissional, com investimento de recurso e tempo”, diferentemente do conteúdo das redes sociais.

E de fato, ele está correto, fazer informação digital, basta usar o mouse e pesquisar, enquanto jornais que investe na informação responsável, não veiculam o fato sem estarem respaldados por documentos, fotos e depoimentos. Este levantamento vem ao encontro do sistema de trabalho que é feito no JBdesde que foi às bancas em 2009, que é o de levar um jornalismo sério, responsável e voltando ao interesse da população.

Por conta desta postura, o JB ganhou o respeito e a credibilidade foi uma conquista gradativamente natural, devido os resultados positivos que a informação resultou ao leitor e a cidade. Ao longo desta jornada, a tentativa de desacreditar as informações por quem dela era protagonista com ações negativas ou suspeitas, jamais esmoreceram nossa linha editorial.

Hoje o JB vem pautando os poderes, Executivo e Legislativo, além de cobrar posturas éticas e voltadas a população dos mais diversos segmentos, quer em Paranaguá, Morretes e Antonina. Com isso, a expansão da informação do jornal impresso para o digital se tornou consequência natural e a tendência é seguir informando sempre com a mesma credibilidade conquistada nestes cinco anos.