Dupla é presa com 35 pinos de cocaína

por Redação JB Litoral
20/09/2018 00:00 (Última atualização: 20/09/2018)

Policiais militares do 9.º Batalhão prenderam, na tarde de quarta-feira, 19, dois homens acusados de envolvimento no comércio de entorpecentes na cidade de Antonina. Com a dupla foram apreendidos 35 pinos de cocaína, 14 pedras de crack, além de uma porção de maconha, munição de espingarda e balança de precisão.

Jonas Lopes, 27, e André Luis Dutra da Silveira, 42, foram encaminhados à 7.ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), onde foram autuados em flagrante e ficaram recolhidos à disposição da Justiça. Na ação, ainda foi encaminhada uma moça de 22 anos, filha de André, a qual foi ouvida como testemunha e liberada.

Tudo começou por volta das 13 horas, após denúncia repassada pelo telefone de emergência 190, relatando que um indivíduo estaria vendendo drogas na Avenida Thiago Peixoto, bairro Batel. Imediatamente uma equipe policial foi averiguar e, durante as diligências, avistou “Mãozinha”, como Jonas é conhecido, parado em frente de uma farmácia.

Como o rapaz se encaixava na descrição repassada, os policiais realizaram a abordagem e encontraram, com ele, um invólucro plástico contendo cinco pinos de cocaína, 10 pedras de crack e um pequeno tablete de maconha. Ao ser questionado sobre o entorpecente, ele teria alegado que era para consumo próprio, mas os policiais não acreditaram.

Ao ser feita a consulta da identidade de Jonas no sistema policial, foi constatado que o rapaz já tinha passagem pelo crime de tráfico de drogas. Em seguida os militares foram até a casa dele, na Rua Capitão Francisco Gonçalves Cordeiro, onde encontraram dois cartuchos de espingarda calibre 36, sendo um deflagrado e uma recarga, além de uma embalagem de balança de precisão.

Na sequência das diligências, os policiais chegaram até a casa de André, que também é conhecido por “Coveiro”, o qual havia alugado a outra residência, que fica no mesmo terreno, para Jonas. Na chegada, os policiais foram atendidos filha de André, a qual alegou que seu pai não estaria em casa.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

No entanto, um dos policiais percebeu quando algo foi arremessado por de cima do muro, para a casa do lado. A equipe policial, então, foi até o quintal da propriedade vizinha e encontrou uma sacola contendo mais 30 pinos de cocaína e quatro pedras de crack.

Na sequência, os policiais entraram na casa de André e o encontraram na porta. Ao ser questionado sobre o motivo de não ter atendido a equipe quando foi chamado, ele teria afirmado que estava com medo, ao perceber a movimentação policial. Na busca na casa, os militares localizaram a balança de precisão, a qual a embalagem estava na residência de Jonas. No local ainda foram encontrados dois rolos de papel filme, usados para embalar drogas.

Nas diligências na casa de André, os policiais ainda verificaram, no banheiro, que havia indícios de algo tinha sido despejado pelo vaso sanitário e, ao ser questionado sobre as drogas arremessadas para o quintal do vizinho, ele teria confessado que tinha sido o autor.

Durante a abordagem, os policiais ainda apuraram que havia informações de que Jonas e André estariam levando entorpecentes para a cidade de Guaraqueçaba e que a cocaína apreendida com os dois tinham o mesmo tipo de embalagem.

Os dois homens foram levados à 7.ª DRP, junto com tudo que foi apreendido, para a elaboração do flagrante.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments