Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui

por Luiza Rampelotti
10/08/2020 19:21 (Última atualização: 10/08/2020)

Fotografias foram tiradas pelo parnanguara Renato Rocha

Paranaguá é, realmente, encantadora! O Centro da cidade é recheado de cultura e história, que nos transporta a séculos passados por meio de suas edificações históricas, ruas de pedra e casarios coloniais que se estendem pela Rua da Praia – nosso cartão postal. Mas, algo que, talvez, muitos não saibam, é que o município abriga, também, centenas de espécies de aves – sejam elas comuns ou raras.

Além do turismo histórico-cultural, a região possui vários outros roteiros e opções para todos os gostos – existem ilhas belíssimas, cachoeiras, colônias, diversas possibilidades para aventuras e o cicloturismo, por exemplo. Mais recentemente, um segmento relativamente novo no Brasil vem ganhando um significativo destaque na cidade: o turismo de observação de aves – até então pouco conhecido, mas que já é praticado em Paranaguá.

O coordenador administrativo Renato Rocha conheceu a atividade sustentável, que tem como objetivo localizar as aves em seu habitat natural, sem interferir no seu comportamento ou ambiente, há seis anos. Desde então, a observação e fotografia das espécies encontradas no município e, também, no Brasil, se tornou seu hobby.

Hoje sou especialista em aves, animais em extinção e espécies raras na cidade, pratico a observação e fotografia das espécies, sou amigo do IBAMA contra o tráfico de animais silvestres. Meu acervo fotográfico conta com mais de cinco mil fotos”, diz.

411 espécies fotografadas

Ele conta que, só em Paranaguá, já fotografou 350 espécies diferentes de aves que foram localizadas em alguns bairros da cidade, como a Ilha dos Valadares, onde mais de 20 diversificações foram encontradas, e também nas ilhas e colônias. “No Brasil, existem 1.919 espécies catalogadas e, deste total, eu já fotografei 618. No Paraná, foram registradas 720 variedades de aves. Aqui em nossa cidade, 411 espécies já foram fotografadas, ou seja, 61 a mais das que eu pude observar. Isso significa que Paranaguá tem mais do que 50% do potencial total das espécies, e ainda estamos em busca de mais”, comenta.

  • Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui 2
  • Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui 3
  • Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui 4
  • Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui 5
  • Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui 6
  • Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui 7
  • Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui 8
  • Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui 9
  • Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui 10
  • Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui 11
  • Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui 12
  • Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui 13
  • Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui 14
  • Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui 15
  • Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui 16
  • Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui 17

Renato acredita que, atualmente, haja cerca de 500 categorias de aves na cidade, mas, devido à correria do dia a dia e falta de tempo para dedicação total ao hobby, não é tão fácil encontrá-las. As expedições organizadas para realizar as observações e fotografias só acontecem aos finais de semana.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Aves mais comuns e as mais raras

O observador explica que as aves que mais aparecem na região são: pica pau da cabeça amarela; murucututu de barriga amarela; tucano de bico verde e tucano de bico preto; surucuá grande da barriga amarela; pica pau rei; benedito da testa amarela; araponga; colhereiros e entre outras.

A diversidade de cores das aves é algo fantástico, uma terapia para quem gosta da natureza. Passamos nos lugares, conversamos com as pessoas, orientamos para que deixem uma fruta ou sobra de comida no quintal, porque os pássaros vêm comer, se acostumam e voltam sempre para colorir as casas e quintais. Crianças que apedrejavam as aves, hoje dão frutas para que elas sempre voltem. A educação ambiental não tem preço”, conta.

Sobre a espécie mais rara encontrada por Renato, na cidade, ele comenta que foi o gavião caranguejeiro. Segundo ele, esse é um pássaro que só pôde ser encontrado em Paranaguá ou no Maranhão. “Em nenhum outro lugar do Brasil o gavião caranguejeiro foi observado. Então, vem gente de todo lugar fotografar ele aqui na cidade”, diz.

Para Renato, a diversidade de espécies localizadas em nosso município é possível porque, no Paraná e, especialmente, no litoral paranaense, se encontra o maior remanescente de Mata Atlântica do país. “As aves fazem daqui um habitat perfeito, pois o índice de tráfico de animais silvestres em nosso Estado ainda não é muito alto devido às ações fiscalizatórias do Ibama, que é muito rigoroso. Nós, que sempre estamos na floresta fotografando, somos os olhos do Ibama, muitas vezes inibindo o tráfico”, afirma.

Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui 26
Gavião caranguejeiro foi a espécie mais rara vista na cidade. Só pôde ser encontrada aqui e no Maranhão. Foto: Renato Rocha

Observação de pássaros no litoral

A observação de aves pode ser praticada por qualquer pessoa, de crianças a idosos, em grupos ou individualmente e, além de ser uma atividade divertida e emocionante, incentiva o turismo em diversos destinos da região, além de estimular o contato com a natureza. O que poucos sabem é que no litoral do Paraná existem 14 unidades de conservação estaduais, como parques ecológicos e reservas ambientais, além de parques, reservas, florestas e matas municipais, que contam com uma infinidade de pássaros que podem ser observados e catalogados.

Renato destaca que a fotografia de aves ou sua observação não se resume a apenas um local, mas, sim, a todos onde a flora e a fauna são preservadas. “Estou sempre montando expedições para encontrarmos essas espécies, e qualquer pessoa pode participar, basta ter espírito de aventura e gostar da natureza. Não é necessária uma máquina fotográfica potente, basta uma simples e vontade de desfrutar”, conclui.

Paranaguá é um recanto de aves – centenas de espécies podem ser encontradas aqui 27
Renato organiza expedições gratuitas para observação e fotografia das aves. Quem se interessar, pode contatá-lo pelo telefone (41) 98432-9625. Foto: Arquivo pessoal

4 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments