Por que dividir se somando o resultado é bem melhor!

por Redação JB Litoral
14/09/2015 00:00 (Última atualização: 14/09/2015)

Na semana passada a coerência e a lucidez, finalmente, aportaram na direção da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa). A estatal decidiu participar da comunhão de esforços por um porto mais competitivo, mantendo acesa a chama da esperança por dias melhores na faixa portuária, cidade, Estado e Nação.

Considerado o único soldado do passo errado, a Appa entendeu, antes mesmo do G-7 – formado por ACP, Fecomercio, FAEP, FIEP, Fetranspar, Ocepar e Sebrae – que a união ainda é a melhor ferramenta para obter bons resultados. Com isso, a Appa uniu-se ao Fórum Permanente Futuro 10 Paraná (G-&) e a Intersindical de Paranaguá, os quais assinaram um documento que será protocolado na Secretaria Especial de Portos (SEP), onde pedem a imediata liberação de 10 projetos de investimentos encaminhados pela estatal. O grupo defende aquilo que os trabalhadores portuários avulsos vêm pedindo desde o início da polêmica que envolve a discussão do novo e controverso traçado da poligonal feito pela Appa, que diz respeito as áreas de arrendamento. Enquanto o futuro do porto parou pela discussão, também pararam 16 projetos encaminhados, dos quais 06 deles já haviam sido aprovados. E como o empresário vai colocar a mão no bolso sem saber como ficará a poligonal? Qualquer investimento, nesse momento obscuro, torna-se temerário. As decisões que serão tomadas refletirão a longo prazo. Contudo, a cidade, o Estado e Nação não podem ficar reféns de uma disputa de interesses de alguns grupos econômicos em detrimento do comunitário. O porto e o desenvolvimento não podem parar.
Neste contexto, vale destacar o trabalho de alguns vereadores na Câmara Municipal, como Adriano Ramos e Adalberto Araújo, que não estão medindo esforços para serem o algodão entre os cristais e fazer com que todos se dispam de vaidades e projetos pessoais pelo bem maior, que é a cidade, o porto e o futuro da nossa região.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments