Defesa Civil atua para prevenir desastres naturais em Antonina


Por Redação JB Litoral Publicado 07/01/2015 às 07h00 Atualizado 14/02/2024 às 05h04

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, em parceria com a divisão municipal da Defesa Civil de Antonina, retirou, na tarde de segunda-feira (05), nove pessoas de uma área de risco de deslizamento na comunidade Graciosa de Cima. A ação ocorreu depois que o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) emitiu um alerta de risco de desastre no município, ocasionado pelo alto volume de chuvas.

O capitão PM Romeu Yagui, da Defesa Civil Estadual, explicou que o órgão atuou de forma preventiva para evitar maiores problemas. “Os moradores foram levados a um abrigo no município. O evento acabou não ocorrendo, mas a Defesa Civil continua atenta para qualquer possibilidade de desastres”, ressaltou. “Agora vamos avaliar se as famílias já podem retornar a suas casas”, disse.

Ele destacou que todos os municípios paranaenses contam com um plano de contingência, que auxiliam no momento da prevenção. “O plano é uma preparação para possíveis desastres. Nele está especificado tudo o que se deve fazer nesses casos, contando com uma orientação aos municípios, endereço de abrigos, o contato dos responsáveis, entre outras ações”, afirmou Yagui.

“A Defesa Civil não age apenas depois os desastres, mas atua também na prevenção para evitar maiores riscos. A ação de ontem foi um exemplo disso”, explicou o capitão.

CHUVAS ISOLADAS – O meteorologista Tarcísio da Costa, do Instituto Meteorológico Simepar, afirma que a previsão para os próximos dias é de chuvas isoladas em todo o litoral paranaense, e que a situação ainda merece atenção. “A instabilidade deve ocorrer durante toda a semana, mas não é possível prever o volume de chuvas para a região. É importante estar atento, porque na madrugada de domingo para segunda-feira choveu mais de 100 milímetros em Antonina, o que gerou o alerta”, disse.

Ele explicou que o grande volume de chuvas é típico do verão, que alia as temperaturas elevadas à alta umidade do ar. “Nesta semana, a média da temperatura no Litoral deve ficar em 32ºC, o que contribui com a instabilidade”, destacou. “E a previsão de chuvas, principalmente pela tarde, estende-se a todo o Paraná, em especial nas regiões Norte, Oeste, Noroeste e no Litoral, que são as mais quentes”, ressaltou.

Notícias

Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes inaugura serviço de puericultura para bebês em Matinhos


A Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes, em Matinhos, inaugurou, na última sexta-feira (5), o serviço de consultas de Puericultura para…


A Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes, em Matinhos, inaugurou, na última sexta-feira (5), o serviço de consultas de Puericultura para…