Homem se apresenta na Delegacia da Polícia Civil de Guaratuba e confessa crime cometido em Santa Catarina


Por Diogo Monteiro Publicado 19/05/2022 às 12h34 Atualizado 17/02/2024 às 08h49

Um rapaz de 23 anos se apresentou na sede da 3ºCia da Polícia Militar do Paraná, na noite desta quarta-feira (18). Meirisson de Moura, que estava acompanhado de um pastor evangélico, relatou aos policiais que no dia 6 de maio teria assassinado Débora Custódio Arruda, 56 anos, na cidade de Piçarras (SC), após consumirem entorpecentes. Diante do grave depoimento ele foi encaminhado a Delegacia de Polícia Civil de Guaratuba.

Aos policiais, Meirisson contou que os dois saíram no carro da vítima, um VW Cross Fox e, após consumirem bebidas alcóolicas e entorpecentes, em um determinado momento ele teria estrangulado Débora. Após dirigir o veículo da vítima por alguns quilômetros, voltou a cometer o ato até a mulher entrar em óbito.

Ainda de acordo com o acusado, ele colocou o corpo de Débora no banco traseiro e seguiu viagem pela BR-101 sentido Joinville (SC). Meirisson teria dado carona para duas pessoas desconhecidas e as deixou em outra localidade. Novamente ele seguiu viagem e, ainda na rodovia, próximo ao bairro Vila Nova, deixou o corpo da vítima nas margens da pista. Na sequência, seguiu viagem para a cidade de Guaratuba, abandonando o carro de Débora no bairro Coroados.

Diante do relato, o suspeito foi conduzido para a Delegacia da Polícia Civil, onde foi apresentado ao delegado de plantão para que fossem adotados os procedimentos de praxe.

Família procura por Débora desde o desaparecimento

O Diarinho.net publicou em seu portal que a família já procurava por Débora há 10 dias. Em entrevista ao site, o filho da vítima contou que no dia do desaparecimento sua mãe teria ido a um supermercado para comprar comida para doar para três moradores de rua.

Testemunhas relataram que ela teria dado carona a um morador de rua e que, após andar algumas quadras, outras duas pessoas teriam entrado no veículo. “A gente não sabe se ela foi coagida por essas pessoas ou simplesmente quis ajudar. Eles teriam rodado por mais de uma hora pela cidade de Piçarras, por volta das 23h, do dia 5. Então, saíram de Barra Velha, passaram pelo pedágio sem pagar e, depois de 3h15, o veículo entrou na cidade paranaense de Guaratuba, onde o carro foi abandonado”. Desde então, ele não teve mais notícias da mãe. “A última informação que tivemos foi no sábado, de que uma família estava em posse de nossa cachorrinha, que foi encontrada a 10 quilômetros de onde o carro foi localizado”, diz o filho.

Lucas foi a Guaratuba, na manhã de domingo, resgatar a cachorrinha e acompanhar as buscas que estão sendo feitas na região.

Carro encontrado

Na quinta-feira (12), a PM foi acionada para atender uma situação de abandono de veículo no bairro Coroados, em Guaratuba. No local, os militares encontraram o VW Fox trancado e sem sinais de arrombamento. Por não ter alerta de roubo/furto e nem pendências administrativas, o veículo permaneceu no local e os familiares da vítima foram acionados e recuperaram o veículo.

Investigadores da Polícia Civil de Santa Catarina estão se deslocando neste momento para Guaratuba. De lá, as equipes conduzirão Meirisson até o local exato em que o corpo de Débora foi abandonado.

Notícias

Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes inaugura serviço de puericultura para bebês em Matinhos


A Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes, em Matinhos, inaugurou, na última sexta-feira (5), o serviço de consultas de Puericultura para…


A Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes, em Matinhos, inaugurou, na última sexta-feira (5), o serviço de consultas de Puericultura para…