TCP realiza Workshop para indústria madeireira


Por Redação JB Litoral Publicado 13/11/2014 às 13h00 Atualizado 14/02/2024 às 03h58

O Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP), segundo maior terminal de contêineres da América do Sul, realiza na próxima terça-feira (18/11), um workshop voltado para empresas da indústria madeireira de Curitiba e região.

O evento tem como objetivo apresentar a estrutura e as operações do Terminal aos responsáveis pela área de logística e exportação dessas empresas. A ideia é estreitar a relação comercial com parceiros e futuros clientes, mostrando os benefícios de fechar negócio com o Terminal em relação à logística e redução de custos.

O workshop também destacará a operação ferroviária do Terminal. Atualmente, cerca de 12% dos contêineres movimentados mensalmente pelo terminal chegam através dos dois ramais ferroviários que acessam diretamente o pátio, um dos únicos ramais ferroviários no Brasil com o acesso direto, regular e diário à zona primária (dentro do terminal).
“Movimentamos em média 40 mil contêineres por mês, sendo que hoje, mais de 5 mil são movimentados via ferrovia”, afirma Luiz Antonio Alves, CEO do Terminal, acrescentando que este volume de transporte ferroviário de contêineres é o maior do País. O segmento de Madeira está entre os que mais vem utilizando o modal, ao lado de soja e cargas refrigeradas.
São aguardados 50 participantes para o evento.

Sobre o TCP

Segundo maior terminal de contêineres da América do Sul em movimentação de cargas, o TCP foi criado em 1998, quando se tornou concessionário do terminal de contêineres do Porto de Paranaguá, após vencer a licitação realizada pelo governo do Paraná.
Oferecendo serviços de alta qualidade e buscando continuamente excelência operacional, o TCP é atualmente um dos terminais de contêineres mais produtivo dos Brasil, possibilitando o menor tempo de permanência dos navios no porto.

Após receber um dos maiores pacotes de investimentos privados do setor portuário brasileiro nos últimos anos (R$ 365 milhões em três anos), o TCP atualmente tem capacidade para movimentar 1,5 milhão de TEUs/ano, conta com 320 mil m²de área de armazenagem e oferece três berços de atracação, com extensão total de 879 metros.

O TCP tem como acionistas o fundo de private equity Advent International, a Pattac Empreendimentos e Participações S/A, TUC Participações Portuárias S/A, Soifer Participações Societárias Ltda., Grup Marítim TCB S.L. e Galigrain S.A. Para mais informações sobre o TCP, visite www.tcp.com.br

Notícias

Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes inaugura serviço de puericultura para bebês em Matinhos


A Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes, em Matinhos, inaugurou, na última sexta-feira (5), o serviço de consultas de Puericultura para…


A Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes, em Matinhos, inaugurou, na última sexta-feira (5), o serviço de consultas de Puericultura para…